No "Faustão", Luan Santana diz que quer fazer menos shows

No "Faustão", Luan Santana diz que quer fazer menos shows

Um dos principais nomes do sertanejo universitário, cantor chega a fazer em média 30 shows por mês

Parece que a rotina de em média trinta shows por mês de Luan Santana está chegando ao fim. Convidado deste domingo (29) do Domingão do Faustão, o cantor de 20 anos, que nos últimos quatro consolidou seu nome entre os principais da música sertaneja brasileira, afirmou ao apresentador Fausto Silva estar tendo conversas com seu empresário para diminuir o número de apresentações ao vivo que compõe sua agenda atualmente.

"É complicado, porque eu estou perdendo muito tempo", afirmou Luan. "Falta tempo para preparar material novo, para me focar na carreira. Eu componho nas viagens também, na maioria das vezes depois dos shows mesmo. Mas fica muito corrido, cansativo".

O fato não é novidade na vida do cantor. Além de ter perdido o vestibular que prestaria para faculdade de biologia pela necessidade de fazer um show, Luan sempre teve problemas para conseguir se fixar tranquilamente em um lugar só. Antes mesmo da carreira de estrela da música, ele precisava se mudar de cidade em cidade por causa da profissão de seu pai.

"Estudei em um monte colégios, porque meu pai era sempre transferido para outros lugares. Vivi em Maringá, Assis, Manaus, Ponta Porã", contou, sempre destacando o local onde melhor se adaptou e do qual até hoje sente mais saudades. "Maringá foi a cidade em que fiz os laços mais fortes da minha vida. Quando ia me mudar de lá, lembro que chorei muito. Fizeram uma homenagem a mim na escola e tocaram Não Aprendi Dizer Adeus, do Leandro e Leonardo. O que mais sinto saudade na vida é dos tempos de escola, dos amigos".

Durante sua participação no dominical da TV Globo, o cantor cantou alguns de seus principais sucessos, além de ter recebido homenagens de velhos amigos das cidades onde morou, com especial destaque para o depoimento da garota com quem teve sua primeira experiência romântica. "Eu tinha 14 anos, então a maioria dos meus conhecidos já tinha dado o primeiro beijo. Mas eu não. Foi durante um trabalho de escola e eu me lembro direitinho", contou Luan.

Fonte: Terra, www.terra.com.br