Cirstina é acusada de "envenenar"José Alfredo e poderá ser presa

Maria Marta encontra com Cora (Drica Moraes) no cemitério e percebe que ela está usando o anel de pedra preta do marido, por isso, fica revoltada.

A personagem Cristina, interpretada pela atriz Leandra Leal, viverá verdadeiros momentos de tortura nos próximos capítulos. A milionária Maria Marta (Lilia Cabral) irá dizer que ela envenenou o próprio pai, o Comendador José Alfredo (Alexandre Nero).

Maria Marta encontra com Cora (Drica Moraes) no cemitério e percebe que ela está usando o anel de pedra preta do marido, por isso, fica revoltada. Marta, certa que Zé não morreu, convoca uma reunião com os filhos para pedir exumação. “Eu admito que é só um pressentimento meu, e não tenho nenhuma prova disso. Pode ser maluquice, eu sei, mas a angústia de achar que a gente pode ter cometido esse erro está acabando comigo. É agonia demais! Por isso, exijo que vocês declarem que estão de acordo”, diz.


Com medo, Cristina decide falar: “Não! Mesmo que os outros concordem, sou contra. Meu pai descansa em paz naquela campa. E eu jamais vou permitir que abram ela de novo!”. A jovem está disposta entrar na justiça para impedir a decisão da Milionária. Em seguida, Cristina sai da sala para telefonar para o pai, mas quem atende é Manoel (Jackson Antunes): “Meu Deus do céu. Ele ficou doido? Não acredito que tenha feito uma loucura dessas”. Marta escuta e diz: “Quem ficou doido, Cristina?”. A jovem tenta convencê-las, mas Marta insiste e manda um recado:

“Diz para o Zé Alfredo que precisamos nos encontrar e ter uma conversa. Senão, eu vou na polícia e falo que tenho razões para supor que a morte dele não foi natural. Digo que suspeito que ele foi envenenado, exijo a exumação e resolvemos a questão de vez! E eu digo que você envenenou o próprio pai, depois de ter feito ele assinar um documento passando para o seu nome o comando da empresa e lhe dando plenos poderes na Império! Gostou? A escolha é sua!”.

Fonte: Gshow