Liberdade, Liberdade começa com nudez de Solano e cena de tortura

A novela terá cenas muito violentas e texto forte

Longe das novelas há dois anos, Mateus Solano volta com tudo nesta segunda-feira (11). Ele será Rubião, o vilão de Liberdade, Liberdade, nova novela das onze da Globo. O personagem trai Tiradentes (Thiago Lacerda) no primeiro capítulo da trama, quando surge completamente nu numa sessão de tortura, o que o transforma em um homem cruel. Rubião vai assassinar Antônia (Letícia Sabatella), a mulher de Tiradentes e mãe de Joaquina (Mel Maia/Andreia Horta), e acabará se apaixonado pela filha de suas vítimas mais para a frente.

Não existem muitos registros históricos de Joaquina, a filha de Tiradentes. Na trama, a menina órfã é salva por Raposo (Dalton Vigh), um simpatizante pela luta dos inconfidentes. Ele se sensibiliza com o sofrimento da criança ao vê-la no enforcamento de seu pai em praça pública em 1792, e a leva para Portugal como sua filha, registrando-a com outro nome, Rosa. 

O clipe de apresentação de Liberdade, Liberdade revela uma novela que terá cenas muito violentas, texto forte falando sobre o contexto histórico da época e apelo sexual por meio de um bordel comandado pela personagem de Lilia Cabral, Virgínia.

A trama vai mostrar rapidamente, no primeiro capítulo, a fase em que Tiradentes foi traído e morto e como Joaquina ficou órfã. Rubião acreditará ter feito o correto com sua confissão, denunciando Tirandentes, por achar que fez o necessário para salvar a própria vida.

Mas é uma novela. Por isso, tem os romances dentro do contexto histórico da vinda da família real para o Brasil. A novela das onze mostra ainda a ausência de medicina, de saneamento, de água encanada, o que fazia as pessoas serem mais rudes e sofridas. 

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações da UOL