Marjorie Estiano será substituta de Drica Moraes no papel da vilã Cora

a atriz será substituída por Marjorie Estiano, que se destacou na primeira fase da novela no papel da vilã Cora.

Drica Moraes estará fora da novela "Império". Afastada por conta de uma faringinte, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira (5) pela Rede Globo, a atriz será substituída por Marjorie Estiano, que se destacou na primeira fase da novela no papel da vilã Cora.


De acordo com a assessoria de imprensa de Drica, a atriz ficou totalmente sem voz devido ao ar-condicionado dos estúdios do Projac. Em 2010, ela teve leucemia, foi submetida a um transplante de medula óssea, está totalmente curada, mas a doença deixa o paciente com baixa imunidade. A expectativa da assessoria é de que ela volte à novela assim que se recuperar.

No capítulo deste sábado, após desaparecer por alguns dias e deixar seus sobrinhos aflitos, Cora reaparece, mas agora com o visual totalmente repaginado, já com Marjorie no papel.

A vilã resolve voltar, após o seu misterioso sumiço, quando recebe uma ligação de Josué (Roberto Birindelli), que marca um encontro entre ela e José Alfredo (Alexandre Nero) em um hotel da cidade para, enfim, terem a sua primeira noite de amor. O Comendador toma essa decisão quando percebe que só vai ter o seu diamante rosa de volta se ceder aos desejos de Cora.

Na hora marcada, Cora já está no quarto reservado para eles e aguardando ansiosa a chegada do Comendador. Quando ela menos espera, Zé Alfredo surge vestido com um robe preto. Só que a surpresa maior é do Comendador, que se assusta ao ver que Cora está com o visual completamente diferente e bem parecida de quando se conheceram no passado.

Depois do falso desaparecimento do Comendador (Alexandre Nero), que irá simular a própria morte a fim de escapar da prisão por conta do contrabando de pedras preciosas e pelas fraudes fiscais de sua empresa, o autor de "Império", Aguinaldo Silva preparou em segredo uma nova sacudida na trama.



Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Uol