Nutricionista recomenda o que comer para não perder o pique durante o carnaval

Ela alerta que o mais importante, durante o carnaval, é se alimentar.


O período do carnaval é excelente para quem pretende gastar energias. A nutricionista Flávia Morais, durante entrevista ao programa Cotidiano, da Rádio Nacional de Brasília, explica que essas energias devem ser recarregadas. Ela alerta que o mais importante, durante o carnaval, é se alimentar.

"O primeiro ponto é não esquecer de comer. Nesta época, a gente gasta energia e é preciso repor para ter pique e disposição", destacou ela. Outras recomendações são tomar um café da manhã reforçado e variado, se alimentar a cada três horas e levar opção de lanche como fruta seca ou barra de cereal para não ficar sem se alimentar. Os alimentos que dão energia são fontes de carboidrato, como as frutas e as massas integrais, preparadas com menos gordura.

Na rua, prestar atenção às condições de higiene no preparo e estocagem dos alimentos. Alimentos gordurosos, como frituras ou com recheios cremosos, como carnes ou camarão, devem ser evitados. Os foliões devem optar por açaí, tapioca e sucos de frutas.

Flávia Morais lembra que é preciso se hidratar bastante. São necessários, no mínimo, dois litros de líquido por dia (água, chás, sucos, água de coco). Tomar bebida alcoólica com moderação, sempre intercalada com o consumo de bebida não alcoólica. Sobre os energéticos, a nutricionista alerta que são, na maioria, à base de cafeína e o excesso pode causar hipertensão arterial e taquicardia.

Devem ser consumidos com moderação e sem associar à bebidas alcoólicas. Em caso de ressaca, alimentar-se com alimentos leves e de fácil digestão para ajudar o fígado a eliminar o álcool do organismo. É recomendável muito líquido e frutas como melancia.

O suco verde pela manhã tem efeito depurativo e desintoxicante. Chás de sabor amargo (boldo e carqueja) também ajudam no trabalho do fígado, além dos chás de camomila e hortelã, que melhoram o processo digestivo.

Fonte: EBC