"Os meus erros e acertos todo mundo viu", diz Daniella Cicarelli

Cicarelli está de volta à MTV

O bom filho à casa torna. De tanto se repetir na MTV, o ditado engordou uma lenda: a da "maldição da MTV". Dizem que os VJs que de lá saem não farão sucesso fora da emissora musical. A lista dos que voltaram ao canal, vítimas ou não da maldição, tem nomes como: Cazé, Mion, Thunderbird e agora, Daniella Cicarelli, 33.



Cria da MTV, a VJ deixou o canal em 2007, rumo à Band. Por lá ficou por dois anos, entre a geladeira e programas que não emplacaram em audiência.

"Propostas sempre apareceram, mas eu não queria estar na TV por estar", diz Daniella. "O projeto tem de me dar um brilho no olho."

Em 2010, ela saiu da Band. "Rede aberta é outro planeta. O negócio é audiência a qualquer preço. Eu não estava acostumada."

Longe da tela, começou sua vida de "ex-famosa", como ela mesma brinca. Seguiu praticando triátlon, casou-se e fez faculdade de direito.

"Não tenho essa coisa de ser famosa, de aparecer. Fui viver minha vida", diz ela. "Continuei fazendo trabalhos de mestre de cerimônias, porque os de modelos não davam mais, né", brinca. "Deprime olhar na fila e ver aquelas meninas de 13 anos [risos]. Vou falar: "Me respeita que tenho idade para ser sua mãe!"".

A hora certa para se recolher veio do traquejo adquirido com a superexposição na época do casamento com o ex-jogador Ronaldo, em 2005. E também de um vídeo íntimo dela com um ex-namorado, em uma praia, que foi parar na internet, em 2006.

"Fiquei famosa com 21 anos. Passei minha juventude na frente das câmeras, exposta", diz ela. "Todos erram e acertam nessa idade. Só que meus erros e acertos todo mundo viu", continua. "Mas não tem jeito. Essas coisas a gente só aprende com a maturidade."

ESTÁGIO

Daniella terminou a faculdade de direito em 2011. Durante o curso, fez trabalho comunitário e estágio. Por um projeto da universidade, prestou assistência jurídica gratuita para pessoas carentes.

"Um dia, um cara começou a me contar o problema dele com a mulher. Abriu o coração. Quando terminou, olhou para mim e perguntou: "Quando vai passar?"", conta. "Ele me viu e achou que era um programa de TV [risos]. Que o Sérgio Mallandro ia aparecer a qualquer momento e gritar "Pegadinha do Mallandro!"", lembra ela.

Depois de descobrir que o glamour do direito penal é coisa de cinema, foi atrás de um estágio em uma área que gosta: esportes. Virou estagiária de um escritório com projetos ligados a leis de incentivo ao esporte. "Até hoje faço free-lance para eles", diz.

Durante o período fora da TV, a modelo dispensou convites para novelas, revistas, programas de auditório e vagas em reality show. Ouvia nas ruas sempre a mesma pergunta: "Quando você vai voltar para a MTV, hein?".

A resposta é: no dia 30. A emissora foi atrás da filha pródiga. Convidou Daniella para comandar um novo "game show" de música, ao lado de Thunderbird. É o "Provão MTV", disputa entre escolas, que estreia no fim do mês.

"Adoro a MTV. Fui eu que pedi emprego para eles lá quando estava começando, em 2001", conta ela.

Desta vez, o novo contrato com a TV foi analisado pela doutora Daniella. Opa. Doutora, não. Ela ainda não tem registro na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

"Não vou pagar anuidade de R$ 1.000, se não vou usar agora. É caro", brinca ela. "É boa essa minha desculpa para não fazer a prova, vai?".

Fonte: UOL