Paciente teve crânio guardado em congelador

Paciente teve crânio guardado em congelador

Kyle Johnson teve os dois lados do crânio removidos pelos médicos

Um homem sobreviveu a um grave acidente após cirurgiões retirarem os dois lados de seu crânio e guardarem no congelador. Os médicos fizeram isso para diminuir a pressão no cérebro, o que pode permitir a total recuperação do paciente. As informações são do site do jornal inglês The Sun

Kyle Johnson, 25 anos, descia uma colina de skate em Salt Lake City, nos Estados Unidos, sem capacete, quando sofreu uma queda. O choque foi tão forte que os médicos acreditavam que o homem teria apenas 5% de chances de sobreviver.

Em um último esforço para salvar a vida de Johnson, os cirurgiões retiraram ambos os lados do crânio para diminuir a pressão no cérebro. Apenas uma faixa central de osso foi mantida. As partes retiradas foram guardadas no congelador por duas semanas, enquanto o inchaço diminuía.

Uma segunda cirurgia recolocou as partes retiradas do crânio com placas e parafusos. O acidente ocorreu em junho e, dois meses depois, Johnson passa bem e segue para a recuperação total.

"Eu não pensei que esse tipo de coisa era possível. Você coloca ervilhas no congelador, não um crânio humano", diz Johnson à reportagem. Apesar do grave acidente, o paciente afirma que ainda vai se arriscar em esportes perigosos. "Eu não penso em andar de skate de novo, mas eu mal posso esperar para fazer snowboard. Assim que o inverno chegar, estarei lá.".

Fonte: Terra, www.terra.com.br