Pai de Neymar quer R$ 20 mil do ex-presidente do Santos após boatos de orgias com prostitutas

Pai de Neymar quer R$ 20 mil do ex-presidente do Santos após boatos de orgias com prostitutas

As denúncias de Laor foram apenas a cereja no bolo da negociação nebulosa entre Neymar e Barcelona

Neymar da Silva Santos, pai do atacante Neymar, entrou com uma ação na Justiça contra Luis Álvaro Ribeiro, ex-presidente do Santos. Laor, como é conhecido, disse que o pai de Neymar era um empresário mentiroso e que a negociação com o Barcelona havia envolvido uma orgia com prostitutas em Londres.

O empresário se defendeu e quer uma compensação financeira de R$ 20 mil por danos morais. A carta diz: "Responsável por orgias, mercenário, irresponsável... Prostituição, mau-caráter, mentiroso, duas caras... São tantos adjetivos que conduzem à inarredável conclusão que o réu (Luis Álvaro) injuriou e difamou o autor (Neymar pai), com a intenção de ofendê-lo pessoalmente com propósito espúrio e evidentemente desabonador", explicam os advogados na ação, em carta publicada pela ESPN.com.br.

As denúncias de Laor foram apenas a cereja no bolo da negociação nebulosa entre Neymar e Barcelona. Após o presidente Sandro Rosell deixar o cargo, o Barcelona divulgou um acréscimo que 40 milhões de euros ao negócio, que oficialmente havia custado 46 milhões de euros.

O excedente, que só foi descoberto depois, foi pago diretamente à empresa do pai de Neymar. Uma parte desses milhões, inclusive, foi pago anos antes da operação ser concluída, algo que foge das regras da Fifa. Além disso, Rosell e Neymar pai são investigados por terem sonegados os impostos desta operação paralela.

Fonte: Yahoo