Para camareira, prisão de Dado foi presente de Deus

Para camareira, prisão de Dado foi presente de Deus

Esmeralda de Souza estava em São Paulo com espetáculo quando soube da notícia

Esmeralda de Souza, a camareira que acusa Dado Dolabella de tê-la agredido durante uma briga entre ele e sua ex-noiva, Luana Piovani, falou a QUEM sobre a condenação do cantor e ator: ?Foi um presente de Deus e bem no dia do meu aniversário, terça-feira. Recebi a sentença das mãos de meu advogado só agora porque estava em São Paulo a trabalho?.

A camareira, que completou 65 anos, estava em São Paulo com a peça ?Ensina-me A Viver?. Ela ficou apreensiva quando soube através de colegas do espetáculo que Dado teria dito que sua pena se resumiria a ver vídeos. ?Só pensava que precisava falar com o Marcelo Salomão (seu advogado)?, disse ela. ?Na verdade, eu me senti aliviada porque tudo que falei era verdade. E de ver que me ouviram e acreditaram em mim?.

Esmeralda disse que agora vai apenas esperar o desenrolar do processo. ?O que fica para mim de tudo isso é que, num momento que me senti tão sozinha, com tudo acontecendo ao mesmo tempo, vieram pessoas o tempo todo me dar apoio. Eu não esperava receber tanto carinho?, afirmou a camareira.

Fonte: Globo, www.globo.com