Para mulher que beijou Serra, fama vai ajudá-la a encontrar namorado

Para mulher que beijou Serra, fama vai ajudá-la a encontrar namorado

"Espero que, com essas fotos, apareçam vários pretendentes", diz a vendedora.

Um dia após ter dado dois beijos na boca do candidato a prefeito José Serra (PSDB), a vendedora Talita Coelho, 23, diz que não se arrepende do que fez e que deseja que a fama momentânea a ajude a encontrar um namorado.

"Espero que, com essas fotos, apareçam vários pretendentes", diz a vendedora.

Solteira, ela mora no Itaim Paulista, na zona leste. Há um ano, trabalha em uma loja de roupas masculinas na rua José Paulino, no Bom Retiro (região central). Anteontem, ao saber que Serra visitava a rua, resolveu ousar e beijá-lo.

"Eu acho que ele gostou; ele até fechou os olhos", afirma. Ela diz que agiu de forma espontânea e que ninguém a induziu a beijá-lo. Toda a família sempre votou no candidato tucano, afirma.

A vendedora --que ficou conhecida como a "beijoqueira do Bom Retiro"-- reafirmou ontem que gostaria de se casar com Serra: "Eu me casaria com ele. Acho que ele é encantador, um homem bonito e maduro".

Gerente da loja onde a vendedora trabalha, Lívia da Silva, 28 anos, afirma que Talita já tinha comentado que beijaria o candidato.

"BEIJA O HADDAD"

"Ela sempre disse que ia tascar um beijo nele. Eu falava: "Beija o Haddad, ele é muito mais bonito"."

Quem não gostou dos beijinhos foi o irmão da vendedora. O pai dela, que está no interior, também já avisou por telefone que "depois quer saber dessa história direito".

"Meu irmão mais velho ficou bravo. Minha mãe não ligou. Acho que meu pai não vai ficar com raiva também. A Hebe dá selinho em todo o mundo, por que não posso dar também?"

Fonte: UOL