Pedagoga é indiciada por ameaçar aluno de sete anos

Nas cartas, ela pedia R$ 200 mil para que nada acontecesse com o menino.

Uma pedagoga foi indiciada pelo crime de extorsão, na tarde de terça-feira (22), em Campo Mourão, região Central do Paraná. De acordo com a Polícia Civil, a mulher de 35 anos mandava cartas anônimas para o pai de um aluno, ameaçando de sequestro e execução da criança. Nas cartas, ela pedia R$ 200 mil para que nada acontecesse com o menino.

O delegado José Jacovoz informou que a pedagoga dava aulas particulares para a criança. O menino tem 7 anos e é autista. Durante as investigações, os policiais achavam que o autor das cartas era alguém próximo da família. Durante um exame grafotécnico foi comprovado que a letra que estava no envelope era da pedagoga. Diante disso, ela confessou o crime.

A pedagoga foi indiciada pelo crime de extorsão e o delegado investiga se outras pessoas estariam envolvidas na ação.

Fonte: g1, www.g1.com.br