Pesquisadores descobrem gene que aumenta produção de tomates

A descoberta foi feita durante pesquisas sobre a heterose

Pesquisas feitas por cientistas da Universidade Hebraica de Jerusalém (Israel), em conjunto com colegas do Cold Spring Harbor Laboratory, de Nova York (EUA), revelaram que a combinação de um tipo de gene mutante do tomate com genes comuns aumenta significativamente a produção do fruto. A descoberta foi feita durante pesquisas sobre a heterose, um princípio revolucionário de reprodução que permite o cruzamento de espécies geneticamente diferentes. O gene mutante atua em diferentes variedades de tomates e, sobretudo, em toda uma gama de condições ambientais. As pesquisas mostraram que o cruzamento com esse gene mutante aumenta a colheita em até 60%, além de melhorar o sabor do fruto. "A descoberta tem um enorme potencial para transformar tanto a bilionária indústria de tomates quanto as práticas agrícolas para aumentar a produtividade de outras culturas", diz o dr. Zach Lippman, um dos autores do estudo.

Fonte: maxpress