Pivô do caso Berlusconi diz ter feito sexo com jogador Cristiano Ronaldo quando era menor de idade

Pivô do caso Berlusconi diz ter feito sexo com jogador Cristiano Ronaldo quando era menor de idade

A declaração da dançarina foi imediatamente rebatida pelo astro do Real Madrid,

O escândalo sexual envolvendo o premiê italiano Silvio Berlusconi pode ter chegado ao futebol. A marroquina Karima El Mahroug, mais conhecida como ?Ruby Rouba-Corações?, disse ter feito sexo com Cristiano Ronaldo em janeiro de 2010, quando ainda era menor de idade.

?Nos conhecemos em 29 de dezembro de 2009, em Hollywood. Ele propôs que trocássemos telefones. Ele sabia da minha idade e nos encontramos várias vezes no lugar. Mas decidimos fazer amor três semanas depois, em um hotel de luxo. Quando acordei, vi um bilhete e 4 mil euros?, disse Ruby, segundo o Mundo Deportivo.

A declaração da dançarina foi imediatamente rebatida pelo astro do Real Madrid, famoso por suas estripulias fora de campo. ?Todos esses relatos são absolutamente falsos. Não conheço a jovem em questão. Nunca a vi, nem ao menos me encontrei com ela?, disse Cristiano Ronaldo, em um comunicado publicado pela Gestifut, empresa que gerencia sua carreira.

Segundo o jogador, no fim de 2009 ele estava com o Real Madrid na capital espanhola. Cristiano Ronaldo ainda completou dizendo que não foi nenhuma vez a Milão entre dezembro de 2009 e julho de 2010.

O suposto caso com Ruby está longe de ser o primeiro na carreira do português. Em 2005, Cristiano Ronaldo foi falsamente acusado de estuprar uma prostituta em um hotel de Londres. Nos seguintes, suas farras com garotas de programa, que chegaram a incluir o brasileiro Anderson, chegaram a irritar Alex Ferguson, técnico do Manchester United.

Ruby, por sua vez, também está cercada de polêmicas. O suposto envolvimento entre Ruby e Berlusconi gerou uma grave crise na Itália nos últimos tempos, que ameaça o poderio político do premiê, que também é dono do Milan.

Berlusconi é acusado de usar o peso de seu cargo para livrar Ruby de uma prisão em maio de 2010. Posteriormente, relatos de festas do político com diversas prostitutas, inclusive Ruby, foram noticiados pela imprensa. Tanto o premiê quanto Ruby negam que tenham feito sexo.

Fonte: UOL