Presos em mina falam pela 1ª vez com parentes por telefone

Presos em mina falam pela 1ª vez com parentes por telefone

Alicia Campos, mãe do mineiro Daniel Herrera, prometeu orar ao conversar com o filho

Os 33 mineiros presos desde 5 de agosto em uma mina no norte do Chile falaram pela primeira vez neste domingo (29) com as famílias, através de uma espécie de telefone que os comunica diretamente com o exterior.

?Ouvir a voz dele foi um alívio para o meu coração?, disse à agência de notícias France Presse, Jessica Chille, mulher do mineiro Darío Segovia.

Alicia Campos, mãe do mineiro Daniel Herrera, prometeu orar ao conversar com o filho. ?A voz dele é a mesma?, declarou.

Cada um dos 33 mineiros teve cerca de um minuto para conversar com as famílias, com as quais, até agora, só se comunicavam através de cartas envidas por um pequeno duto.

Paralelamente, estavam sendo ajustados os últimos detalhes para iniciar as perfurações com a máquina Strata 950 que fará o orifício por onde serão içados os mineiros.

Os trabalhos serão realizados durante três a quatro meses, mas o governo analisa outras fórmulas de acelerar o resgate.

Pelo duto que comunica os minieros ao exterior, além de alimentos e água, serão enviados nos próximos dias vários aparelhos para entretê-los, como sistemas de áudio mp3, um proyector compacto para vídeos - com gravações de partidas de futebol - e jogos de dados.

Está previsto um envio de roupas especiais para que suportem melhor a umidade, um dos principais problemas dos mineiros no interior da jazida.Receberão, ainda, colchões infláveis.

Desde sábado, e de forma intermitente, está sendo enviado a eles ar fresco e seco através de outro duto habilitado.

Segundo o ministro da Mineração do Chile, Laurence Golborne o início das operações de perfuração do túnel para os resgate dos mineiros sofrerá um atraso de 12 horas. A máquina perfuradora já está montada em cima do abrigo onde estão os mineiros, mas, ainda falta a chegada de uma parte do motor, que está na Alemanha e o transporte desta peça é demorado.

Fonte: g1, www.g1.com.br