Quase aos 30 anos, Sandy diz se sentir praticamente aposentada

Cantora brincou sobre a idade em entrevista ao jornal "Folha de S. Paulo"

Com 22 anos de carreira e às vésperas de completar 30 anos de idade, Sandy afirmou, em entrevista ao jornal "Folha de S. Paulo" de domingo (7), se sentir uma ?balzaquiana quase aposentada?. A conversa com o jornal aconteceu nos bastidores do filme "Quando Eu Era Vivo", de Marco Dutra ( diretor de "Trabalhar Cansa", exibido no Festival de Cannes no ano passado), do qual Sandy é uma das protagonistas. "Vou fazer 30 anos [em janeiro]. Sei que sou jovem, mas tenho 22 anos de carreira. E já vivi de tudo, já experimentei de tudo. Já trabalhei com a gravadora pressionando, com aquela responsabilidade em relação ao público. Já vendi muito. Daqui para frente acho que me sinto muito livre. E esse filme faz parte dessa fase. De balzaquiana quase aposentada."


Prestes a completar 30 anos, Sandy diz se sentir quase aposentada

Sandy também contou que, com a idade, aprendeu a lidar melhor com a imprensa e lembrou da entrevista polêmica que concedeu no ano passado, quando disse ser possível ter prazer com sexo anal. "Antigamente, ficava muito chateada. Vejo mais coisa errada sobre mim do que reportagens que seguem à risca o que digo. Já vi matérias inteiras inventadas." Sandy citou como o atual trabalho como exemplo de interpretações erradas a seu respeito. ?"Falaram que eu era uma estudante sensual e, depois, que eu tinha cenas quentíssimas. Não sabia que tinha assinado uma cláusula dizendo que ia fazer cenas nuas!", ironizou.

Fonte: Quem