Primeira-ministra casa-se com sua parceira

Primeira-ministra casa-se com sua parceira

Casamento foi no domingo, logo que lei do casamento gay passou a valer

A primeira-ministra da Islândia, Johanna Sigurdardottir, se casou com sua parceira de muitos anos, disse seu gabinete na segunda-feira (28), fazendo dela a primeira chefe de governo nacional a ter um cônjuge do mesmo sexo.

Sigurdardottir, de 67 anos, se casou com a escritora Jonina Leosdottir no domingo, no mesmo dia em que entrou em vigor a lei que define o casamento como a união consensual entre dois adultos, independentemente do gênero.

As duas há anos já tinham uma união civil, que foi transformada em casamento graças à nova lei, aprovada neste mês no Parlamento. A nova lei foi celebrada com um serviço religioso no domingo, que também foi o dia internacional dos direitos dos homossexuais.

O gabinete da primeira-ministra disse que ela enviou à congregação uma mensagem dizendo que a nova lei foi motivo de celebração para todos os islandeses, e acrescentou: "Hoje tirei partido desta nova legislação."

A Igreja Estatal Luterana há muito tempo se divide sobre a questão do casamento homossexual, e o congresso da Igreja em abril apoiou sem unanimidade a nova lei. O bispo da Islândia pediu aos pastores que respeitassem a nova lei.

Sigurdardottir, que tem filhos de um casamento heterossexual anterior, é a única homossexual entre os chefes de governo (primeiros-ministros e presidentes) do mundo. Mas sua sexualidade nunca foi uma questão na Islândia, que, a exemplo de outros países nórdicos, tem um histórico de tolerância.

Fonte: g1, www.g1.com.br