Primo de Marrone deixa a UTI 28 dias após acidente

Primo de Marrone deixa a UTI 28 dias após acidente

Jardel está agora no quarto, estável e consciente, porém ainda um pouco confuso

Jardel Alves Borges, 33, primo do cantor sertanejo Marrone, deixou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na manhã desta segunda-feira. Ele está internado desde o último dia 2, após se ferir em um acidente de helicóptero no interior de São Paulo. O cantor também estava a bordo.

Segundo a assessoria do Hospital de Base, em São José do Rio Preto (438 km de São Paulo), Jardel está agora no quarto, estável e consciente, porém ainda um pouco confuso. Não há previsão de quando ele deixará a unidade.

Logo após o acidente, o boletim médico apontava que Jardel teve traumatismo crânio-encefálico, fratura nos dois braços e no quadril e perfuração do abdômen.

O piloto do helicóptero, Almir Carlos Bezerra, 49, também se feriu. Ele perdeu o pé esquerdo no acidente e, por isso, a perna foi amputada dez centímetros abaixo do joelho. Marrone, que também estava na aeronave, teve ferimentos leves.

A Polícia Civil investiga se Marrone, que faz dupla com Bruno, estava pilotando o helicóptero. O delegado José Luiz Chain, do 2º DP do município, abriu inquérito logo após o acidente.

Segundo depoimento do piloto, o cantor estava sentado na frente da aeronave no momento do acidente, do lado direito, onde ficam os equipamentos de comando. O piloto negou entretanto que o cantor estivesse no comando da aeronave

Em entrevista ao "Fantástico", da TV Globo, Marrone disse que costumava pilotar helicópteros mesmo sem ter licença. "Eu segurava o manche, isso aí é normal. Pilotava, lá em cima, sim, mas pilotar embaixo, não. Decolar, fazer essas coisas, eu não fazia, não", disse.

Antes da entrevista, o cantor chegou a afirmar em nota que nunca assumiu o controle de seu helicóptero.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br