Príncipe William e Kate podem ficar separados por seis meses

Kate deverá permanecer em repouso e não fazer grandes deslocamentos.

Se os jornais do mundo inteiro mostraram, nesta quarta-feira (05), o príncipe William visitando sua mulher, Kate Middleton, no hospital Rei Eduardo 6º em Londres, Inglaterra. Segundo o The Sun, estas visitas podem ser interrompidas ? uma delas durou seis horas ? por causa dos compromissos do herdeiro do trono inglês.

Ele deverá retornar aos serviços militares na base da RAF Valley, em North Wales, como piloto da Força Aérea Real. É lá que ele e Kate têm uma casa alugada em Anglesey. E este tempo poderá durar por volta de seis meses.

Entretanto, Kate está com uma gravidez muito delicada, diagnosticada como hiperêmese gravídica ? que causa constantes náuseas e vômitos e com isto a perda de peso da gestante, correndo risco de vida a ela e ao bebê.

"O problema é que ninguém sabe de quantos meses ela está. Os sintomas costumam passar após 12 semanas, mas em condições raras, podem permanecer por toda a gravidez. Não é incomum grávidas diagnosticas com hiperêmese gravídica retornar ao hospital mais de uma vez", disse o médico Peter Bowen-Simpkins ao site.

De qualquer forma, Kate deverá permanecer em repouso e não fazer grandes deslocamentos como um viagem até Anglesey.

Fonte: UOL