Procon notifica empresa por abuso em pré-venda para show de Madonna

Procon notifica empresa por abuso em pré-venda para show de Madonna

Problemas estariam na falta de meia-entrada e cobrança de taxas abusivas

A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, expediu notificação nesta quarta-feira (18), para que empresa T4F preste esclarecimentos sobre a pré-venda de ingressos para o show da cantora Madonna, que estará em turnê pelo país em dezembro deste ano.

Segundo Renan Ferraciolli, diretor de fiscalização do Procon-SP, a empresa não disponibiliza meia-entrada tampouco informa quantos ingressos estão disponíveis na pré-venda. Para o órgão, a T4F também cobra taxas abusivas, e não permite que o consumidor pague pelos ingressos em dinheiro ? no caso da venda pela internet, é obrigatório oferecer a opção de pagamento via boleto bancário ou depósito em dinheiro.

O diretor ainda esclarece que alianças entre importadoras de eventos e bancos ou empresas de cartões de crédito são legais, mas é irregular exigir que o consumidor efetue a compra apenas com o cartão do banco parceiro. ?Ele precisa confirmar que é cliente daquele banco, mas é um absurdo restringir a venda. O consumidor sempre pode pagar em dinheiro.?

A T4F tem até as 14 horas desta quarta-feira (19) para corrigir os erros em seu site. Caso contrário, poderá ser novamente autuada ? a empresa já recebeu 23 notificações por conta de problemas similares nos últimos dez anos, e foi autuada em mais de 4 milhões.

?Já reunimos todas as empresas que prestam esse serviço e explicamos as regras, orientamos. A T4F insiste em manter práticas abusivas. A reincidência além de elevar o valor das multas pode exigir a suspensão das atividades?, pontua o diretor.

A T4F disse, por meio de sua assessoria, que desconhece a notificação e só responderá quando tomar conhecimento do documento.

Fonte: G1