Produtora de Michael acusada de forçá-lo a usar drogas

Produtora de Michael acusada de forçá-lo a usar drogas

Michael Jackson teria faltado aos ensaios, o que irritou a produtora responsável

A produtora AEG, organizadora dos shows que Michael Jackson faria em Londres, pouco antes de morrer, foi acusada de forçar o popstar a usar remédios pesados a quatro semanas da estreia, segundo informações do site da revista People, que teve acesso aos documentos de um processo movido pela família Jackson na semana passada.

Michael Jackson aparece nos documentos como um homem fraco, que não tinha mais forças para ensaiar e sofria de problemas de saúde, faltando diversas vezes aos seus compromissos profissionais. A AEG teria pedido que ele mudasse de médico e começasse a tomar drogas estimulantes, pelo menos no período dos concertos.

Em comunicado, a AEG negou qualquer relação com o Dr. Conrad Murray, que aplicou a dose fatal de remédios no astro.

Fonte: Terra, www.terra.com.br