Protagonistas de ensaio lésbico, Fani e Natália contam que já receberam ofertas de sexo por dinheiro

Protagonistas de ensaio lésbico, Fani e Natália contam que já receberam ofertas de sexo por dinheiro

Protagonistas de ensaio lésbico, Fani e Natália contam que já receberam ofertas de sexo por dinheiro

Em entrevista com o Terra na tarde desta terça-feira (9), as ex-BBBs Fani e Natália, protagonistas do ensaio lésbico-chique da edição de novembro da revista Playboy, levantaram mais alguns assuntos polêmicos, como o fato de já terem recebido ofertas para fazerem sexo por dinheiro. "Eu já recebi várias dessas", contou Fani. Confira o bate-papo com as duas na íntegra:

Qual o conceito de vida de vocês?

Natália: Ser feliz!

Fani: Eu também!

O que vocês não fariam por dinheiro?

Natália: Eu não venderia meu corpo.

Fani: É, eu não me prostituiria.

Qual a proposta mais indecente que vocês já receberam?

Natália: Justamente isso de sair com alguém por dinheiro.

Fani: Olha, eu também já recebi várias dessas. Estamos falando isso, mas não é combinado não, é porque nós duas somos iguais mesmo.

Qual foi o melhor xaveco que já receberam?

Fani: Ai, eu adorei um que recebei semana passada. Estava andando na rua e um homem me parou dizendo: "o que que é isso? Meu nome é Adilson". Achei divertida, engraçado, me fez rir mesmo.

Natália: Nossa, achei horrível essa, Fani. Não tem um xaveco preferido, eu não gosto dessas frases engraçadas, prefiro um bom papo.

Qual o tipo de homem ideal para vocês?

Natália: Eu gosto de homem grande, com cara de mau.

Fani: Eu gosto dos tímidos, dos mais quietinhos, até dos nerds mesmo.

Natália: É que a Fani já é esse furacão, tem que ser uma mais quietinho se não explode tudo.

Gostam de pegada forte?

Natália: Acho essencial, claro.

Fani: Sim, tem que ter com certeza.

Já realizaram suas fantasias sexuais?

Natália: Eu já realizei algumas, mas não vou contar para ninguém.

Fani: Eu já realizei todas, mas estou aberta a propostas. Se alguém me propor uma que eu achar legal, topo sem problemas.

Qual a maior loucura que fizeram por amor?

Natália: Eu era inconsequente com 15 anos de idade e viajei de Passo Fundo para Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, só para visitar meu namorado que não queria me atender depois de uma briga que tivemos por telefone.

Fani: Eu também era novinha. Adoro minha cidade Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, mas é uma cidade bem perigosa e eu caminhei pela cidade de madrugada para bater na porta do meu namorado que também não me atendia. Nem sei o que poderia ter acontecido.

Fonte: Terra