Record estudar entrar com nova ação contra o Ibope

Em junho, a Record moveu uma ação contra o instituto, requerendo ressarcimento material.

A Record e o Ibope voltaram a se desentender. A emissora pretende entrar com medidas judiciais contra o instituto que afere audiência, devido a constantes alterações entre os números da medição de audiência em tempo real, o famoso "ponto a ponto"- realizada na hora em que programa está no ar- e a audiência consolidada do programa, divulgada no dia seguinte à exibição.

Segundo fontes da emissora, as maiores diferenças entre os dados do "ponto a ponto" e o "consolidado" aparecem nos programas vespertinos do canal, entre eles, o "Programa da Tarde".

Recentemente, o Ibope inseriu nas telas que fornecem os dados de audiência em tempo real às emissoras um alerta, que avisa que números prévios estão sujeitos a alterações.

Procurado, o Ibope diz que não recebeu reclamações de clientes e que nenhuma alteração foi realizada na aferição de audiência em tempo real.

Em junho, a Record moveu uma ação contra o instituto, requerendo ressarcimento material. A rede alegou na ação a existência de vícios na prestação dos serviços contratados e erros nos dados fornecidos pelo Ibope. O canal obteve em outubro uma decisão em primeira instância à seu favor. O Ibope não comenta o assunto.

Fonte: Folha