Record muda fim de novela e deixa Bela feia

Em uma cena que irá ao ar na segunda-feira, Bela (Giselle Itié) vai sofrer um atentado e ser salva por Vera (Sílvia Pfeiffer).

O fim da novela "Bela, a Feia" será diferente do de "Betty, la Fea", novela colombiana que deu origem a várias versões internacionais, entre elas a da Record e o seriado "Uggly Betty", nos EUA. A informação é da coluna Outro Canal.

Diferentemente da trama original, na qual a protagonista passa por uma transformação visual e se casa com o dono da empresa de moda onde é secretária, a versão da Record mostrará Bela com duas identidades: uma bonita e outra feia.

Em uma cena que irá ao ar na segunda-feira, Bela (Giselle Itié) vai sofrer um atentado e ser salva por Vera (Sílvia Pfeiffer). Enquanto todos pensarão que ela está morta, a personagem reaparecerá linda, com outra identidade, Valentina Carvalho, e se tornará presidente da agência de publicidade onde até então era secretária. Ainda segundo a Outro Canal, Bela volta a ser feia quando retorna para casa.

Entrevistada pela coluna, a autora da versão brasileira, Gisele Joras, nega que a mudança seja motivada pela audiência. "Aceitei fazer a versão com a condição de que teria liberdade de criação. Do contrário, seria apenas a mera tradução do original", afirmou.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br