Reynaldo Gianecchini chora em reestreia no teatro após câncer

Reynaldo Gianecchini chora em reestreia no teatro após câncer

No fim do espetáculo, que tinha ingressos esgotados, Gianecchini chorou.

O ator Reynaldo Gianecchini voltou a pisar no palco do Teatro Faap, em São Paulo, às 21h23 desta terça-feira (13), para a reestreia da peça "Cruel". Sem cabelos, reflexo do tratamento contra o linfoma que enfrenta desde o ano passado, o ator foi recebido calorosamente pelo público. Os espectadores o aplaudiram em pé, por dois minutos, assim que ele entrou em cena e retirou o jornal que lhe cobria o rosto, como parte da encenação.

Ao longo da peça dramática, houve ao menos um momento de risos. Numa das cenas, a personagem interpretada por Maria Manoella se dirige a Gianecchini e comenta: "Você mudou". Na sequência, o ator olha para um espelho do cenário, passa a mão na cabeça raspada, e retruca: "É, eu mudei".

No fim do espetáculo, que tinha ingressos esgotados, Gianecchini chorou. Agradeceu à mãe, Heloisa Helena, aos integrantes da produção e aos médicos que participaram de seu tratamento. Muitos dos espectadores também se emocionaram.









"Agradeço a Deus e à imprensa por ter tido o cuidado com ele em alguns momentos delicados. Foi uma noite maravilhosa, um sonho vê-lo no palco fazendo o que ele ama", disse Heloisa.

Parceiro de palco, Erik Marmo elogiou o desempenho do colega. "É impressionante como ele voltou mais forte. Até o visual ajudou o personagem", disse.

O apresentador Marcos Mion foi um dos famosos que conferiram o retorno de Gianecchini. "Ele virou um exemplo para todos nós. Estou muito feliz e vou aplaudir por tudo", disse antes do início da peça.

Rafael Almeida também comemorou o retorno e disse que torcerá por ele. "Foi uma batalha, mas ele vai entrar e brilhar, como sempre."

Fonte: UOL