Roberto Carlos canta para 12 mil em show

Prevista para às 20h, a apresentação sofreu um atraso e Roberto Carlos subiu ao palco somente às 20h50

Para celebrar seus 50 anos de carreira, Roberto Carlos lotou o Estádio do Sumaré em Cachoeiro de Itapemirim, sua cidade natal no Espírito Santo, para abrir esta turnê comemorativa.

Com a expectativa de que 12 mil pessoas acompanhassem a apresentação, os ingressos disponibilizados foram todos esgotados antes do show. O cantor não se apresentava em sua cidade natal há 14 anos.

Prevista para às 20h, a apresentação sofreu um atraso e Roberto Carlos subiu ao palco somente às 20h50. Depois de um arranjo instrumental, o cantor abriu o show com Emoções e emendou Além do Horizonte.

O show

A expectativa de mais de 14 anos terminou exatamente às 20h50 deste domingo, quando o "rei" Roberto Carlos subiu ao palco montado no Estádio do Sumaré, em Cachoeiro de Itapemirim, para o show de abertura da turnê mundial de comemoração dos 50 anos de carreira. Após uma leve introdução instrumental, o rei assumiu o comando do espetáculo, com a música Emoções.

O público de mais de 12 mil pessoas que lota o estádio acompanhou cada verso da canção. Após Emoções, Roberto Carlos agradeceu a presença de todos e afirmou que sentia a mesma alegria de quando começou a se aventurar pelo mundo da música, nos programas infantis da rádio Cachoeiro.

Depois de declarar seu amor à cidade, o cantor deu prosseguimento ao show, com a música Além do Horizonte. O set list completo tem ainda Amor Perfeito, Te Amo, Te Amo, Te Amo, Detalhes (executada apenas em voz e violão pelo próprio Roberto), Outra Vez e Meu Pequeno Cachoeiro. A canção, quase um hino do município, foi acompanhada em coro pelo público, que se emocionou com a interpretação de Roberto Carlos.

O cantor desembarcou no aeroporto de Cachoeiro de Itapemirim às 17h05 deste domingo (19) para a realização de um show histórico em sua cidade natal. Recebido por cerca de 1,2 mil pessoas no aerporto, entre elas alguns sósias e covers, Roberto seguiu do aeroporto direto para o Hotel San Carlo, onde ficou recolhido em uma suíte especialmente reformada para recebê-lo. O rei chegou vestido com uma camisa azul e de calça jeans e exibindo um corte de cabelo mais curto que o habitual

"Eu não sei ser rei, eu só sei cantar", declarou Roberto Carlos, durante a rápida conversa com jornalistas no saguão do aeroporto.

"Ele é mesmo nosso rei", afirma a dona-de-casa Izolda Bastos, 57, que viajou do município de Marataízes só para assistir ao show de Roberto Carlos, em Cachoeiro de Itapemirim. E a multidão parece mesmo concordar com dona-de-casa. Após interpretar a canção "Meu Pequeno Cachoeiro", Roberto Carlos foi aplaudido de pé pelas 12 mil pessoas que lotam o Estádio do Sumaré, em Cachoeiro de Itapemirim. "Rei, rei, rei, Roberto é nosso Rei", gritava a multidão.

O cantor fez uma pausa na apresentação e se dirigiu ao público. "Esta parte do show é complicada para mim, porque eu falo de tudo que aconteceu comigo e da minha infância", afimrou Roberto, visivelmente emocionado, antes de interpretar um "pout-porri" de clássicos de seu repertório com as músicas Aquela Casa Simples, Meu Querido, Meu Velho, Meu Amigo e Lady Laura.

"Roberto vai ser sempre nosso rei. Ele é fantástico!", exclamava emocionado o professor de informática e deficiente visual Everaldo Cabral, confortavelmente acomodado na primeira fila do setor de cadeiras e acompanhado de seu fiel labrador Eros, o único cão-guia em atividade no Estado. "Eu vim de Vitória. Não perderia esse show por nada", afirmou Cabral.

Perto dele, na segunda fila, os filhos de Roberto Carlos acompanhavam também emocionados o espetáculo. Dudu Braga, sempre simpático e atencioso, falou da importância de estar presente num momento tão importante, dia do aniversário do pai e comemoração dos 50 anos de carreira. "Ele merece cada segundo dessa alegria", afirmou Dudu.

50 anos

Além do emocionante show em sua terra natal, uma programação promete marcar a data comemorativa do cantorm em 2009: turnês nacionais e internacionais, homenagens de divas brasileiras, sertanejos e roqueiros vão marcar essas comemorações. Só no Brasil, serão 24 shows em 20 cidades e algumas apresentações especiais.

A primeira delas está prevista pra dia 26 de maio no Theatro Municipal, em São Paulo, intitulada Elas Cantam Roberto Carlos, da qual devem participar Hebe Camargo, Marisa Monte e Maria Bethânia, além de outras cantoras da MPB. Já no dia 11 de agosto, acontecerá o Roberto Carlos Rock Symphony, que promete reunir nomes do rock brasileiro para homenagear o cantor no Ginásio do Ibirapuera, também na capital paulista. Fechando os shows temáticos, ainda sem data e participantes confirmados, está programado para março o Emoções Sertanejas, que acontecerá no Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Além disso, Roberto Carlos prometeu lançar um disco inédito até o final de 2009. O CD vem sendo adiado desde 2007, segundo o cantor afirmou em uma coletiva de imprensa em 23 de março. "Estou lutando muito por isso. Já era pra ter lançado no ano retrasado. Já tenho algumas coisas prontas", disse na ocasião.

Fonte: Terra, www.terra.com.br