Rodrigo Santoro diz que aprovou corte do beijo gay

Após ser convidado para o papel, o ator diz não ter pensando em sua orientação sexual

Rodrigo Santoro não se queixou do corte da cena de beijo gay no filme "I love you Phillip Morris", em que interpreta um personagem gay, que vive par romântico com Jim Carrey.

"O meu personagem estava puxando atenção e não deveria ter espaço na trama. Os diretores disseram que iam fazer um elogio para mim, que era cortar a cena [do beijo], porque eu estava muito bem", disse em entrevista ao "Jornal da Tarde" desta quinta-feira.

Após ser convidado para o papel, o ator diz não ter pensando em sua orientação sexual. "Não estou preocupado em ser tachado como ator gay, até porque eu já fiz filmes como hétero. Portanto, matematicamente, eu teria de ser tachado como ator hétero, não é?", afirmou o ator que acumula três personagens homosseuxiais em sua carreira no cinema.

Os diretores do longa, Glenn Ficcarra e John Requa, afirmaram ao "Jornal da Tarde" que a cena do beijo gay estará presente nos extras do DVD. "A química sexual entre Santoro e Jim Carrey era muito grande e estava se sobressaindo na história principal, por isso cortamos. Mas, antes, ligamos para Santoro e Carrey para avisá-los", contou Ficarra. "Em Hollywood, Santoro pode escolher qual filme quer fazer. Ele prefere papéis densos e significativos, por isso aparece pouco em cena", completa.

Fonte: Quem, revistaquem.globo.com