Romário pode perder cobertura de R$ 9 Milhões no Rio

Justiça determinou que o imóvel do ex-craque deverá ir a leilão

Uma briga de vizinhos pode mexer no bolso do baixinho Romário. O ex-jogador está prestes a perder um de seus principais bens: a cobertura do luxuoso condomínio Golden Green, na Barra da Tijuca. Por conta de uma ação na Justiça, na 5ª Vara Cível da Barra, o ex-craque terá que pagar R$ 5, 5 milhões de indenização a um casal. De acordo com o processo na Justiça, o casal alegou que um vazamento na cobertura do ex-jogador estaria causando problemas no apartamento, localizado embaixo do de Romário. Ainda de acordo com o casal, mesmo com avisos seguidos, o ex-craque não teria tomado providências, impedindo os proprietários de alugar o imóvel novamente.

Por conta do processo, a Justiça determinou que o imóvel do ex-craque deverá ir a leilão. A cobertura de 776 metros quadrados, na Avenida Sernambetiba, está avaliada em quase R$ 9 milhões. O primeiro leilão acontecerá no dia 28 de julho. Se a venda não for concretizada, o imóvel terá que ir a leilão novamente. Na segunda tentativa, o apartamento poderá ser vendido a até 51% do seu valor. O processo da Justiça é de 2003.

A defesa de Romário chegou a recorrer da decisão judicial, mas o pedido foi julgado improcedente. O martelo já foi batido e agora não cabe mais recursos, segundo a Justiça. A cobertura do ex-jogador possui vaga para cinco carros na garagem. O advogado João Alberto Romeiro, que defendo o casal de vizinhos de Romário, disse que a venda da cobertura pode não ser suficiente para a indenização de seus clientes.

Além da dívida com os vizinhos, Romário deve R$ 2 milhões ao condomínio e um milhão à Prefeitura do Rio, por conta de dívidas com o IPTU. As duas partes também já moveram ações na Justiça e teriam prioridade no que for arrecadado no leilão da cobertura, segundo João Alberto.

? Se acontecer de o valor da venda do imóvel não ser suficiente para pagar meus clientes, vamos ter que entrar com outros recursos ? explicou o advogado.

A outra alternativa, segundo o advogado, seria a venda de quatro carros do ex-jogador: uma Ferrari, um Porche, um Mercedes e um BMW. Os veículos já estão penhorados e podem ir a leilão, de acordo com João Alberto.

Muitos danos

Na sentença, são relatados todos os danos causados pela infiltração no apartamento do casal. Na sala de estar e jantar, por exemplo, aconteceram manchas no piso de mármore; danos no teto de gesso; deterioração das cortinas; danos nas instalações elétricas, parapeito de janela e equipamentos de vídeo, além de umidade nos revestimentos das paredes e instalações de madeira.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com