Veja dicas: Ajude seu filho a administrar mesada

Veja dicas: Ajude seu filho a administrar mesada

Pais devem ensinar suas crianças a cuidar do dinheiro

Se você está entre os pais ou mães que costumam dar mesada aos filhos, atente para a necessidade de orientar e ajudar suas crianças a administar desde cedo o dinheiro que recebem. Afinal de contas, mesmo nessa fase da vida os apelos para o consumo já são grandes e vão de um doce na cantina da escola a figurinhas, revistas, joguinhos e brinquedos variados, entre outros itens direcionados ao público infantil.

Ao contrário do que muitos pensam, os especialistas consideram saudável, a partir de determinada idade, essa relação da criança com o dinheiro. Dizem que isso pode ser uma forma delas aprenderem cedo a planejar e decidir suas compras, evitando descontroles na adolescência ou na vida adulta. Veja abaixo algumas medidas que os pais podem adotar em relação à mesada de seus filhos.

Idade para a mesada

Os especialistas recomendam que os pais comecem a dar mesada para seus filhos somente a partir dos oito anos, idade em que a criança já sabe fazer cálculos simples de subtração e adição, têm maior afinidade com os números e podem reconhecer preços mais facilmente. Porém, é possível ir criando essa relação com dinheiro um pouco antes disso. Essa iniciação pode acontecer por volta dos seis anos com o velho e bom cofrinho, para que a criança guarde as moedas que ganhar dos pais e parentes.

Valor da mesada

Primeiramente, converse com seu filho e defina que tipo de gastos ele pode ter, seja com o lanche na escola, com compras de livros, gibis e álbuns de figurinha, passeios, etc. Depois disso, veja quanto custam esses itens, faça a soma e defina o valor da mesada, em valor fixo, que pode ser mensal ou semanal.

Ensine a economizar

Desde cedo, o papel dos pais é fundamental no sentido de estimular a criança a administrar o dinheiro e planejar suas compras, evitando que gastem com ?besteiras? ou torrem a mesada em pouco tempo. Incentive a criança a economizar parte da mesada para comprar algo que ela deseje muito, como um jogo eletrônico, um brinquedo ou uma mochila nova, por exemplo.

Não dê dinheiro extra

Procure não dar mais dinheiro ao seu filho caso ele tenha gasto toda a mesada antes da hora. Isso pode ser um estímulo ao descontrole. Converse com a criança e explique que os gastos dela devem se adequar ao valor da mesada.

Fonte: Terra