Após a Globo, SBT também proíbe beijo gay masculino em novela

Em maio, o folhetim exibiu um beijão entre Marcela (Luciana Vendramini) e Marina (Gisele Tigre).

Previsto para 7 de julho, o beijo gay entre Jeová (Lui Mendes) e Chico (Carlos Artur Thiré) foi cortado da novela "Amor e Revolução". Segundo o autor, Tiago Santiago, a decisão partiu da direção do SBT e ele teve de acatar. "Há uma preocupação com a audiência mais conservadora", disse ele à coluna Zapping do jornal Agora São Paulo.



Em maio, o folhetim exibiu um beijão entre Marcela (Luciana Vendramini) e Marina (Gisele Tigre). "O beijo entre os dois rapazes seria um passo além do beijo lésbico", lamenta. Santiago diz que contará a história do casal gay como a Globo, apenas sugerindo as carícias. Anunciado com grande alarde, o beijo lésbico não alterou o ibope de "Amor e Revolução", que segue na casa dos 5 pontos.

Além de não exibir o beijo entre dois homens, após pressão, Tiago Santiago teve de cortar de "Amor & Revolução" a homossexualidade do padre Bento (Diogo Savala Picchi). Na história, o sacerdote declararia estar apaixonado pelo padre Inácio (Pedro Lemos).

Fonte: Folha.com