Separação teria levado Rafael Ilha a tentativa de suicídio

Ilha fez um corte no próprio pescoço enquanto visitava sua avó

O ex-Polegar Rafael Ilha, 36 anos, que tentou se matar na tarde desta terça-feira (20), "surtou" por causa dos problemas do processo de separação da empresária Fabiana Bejar, disse a assistente social Samantha Marina, da clínica New Life, em Embu-Guaçu, onde o cantor estava internado há cinco meses.



Ilha fez um corte no próprio pescoço enquanto visitava sua avó, em um prédio na Zona Sul de São Paulo, e precisou ser submetido a uma cirurgia. Segundo o psiquiatra Aloísio Fiuza, ele está consciente e estável, mas continua entubado. O artista deve receber alta ainda nesta quarta (21).

O ex-Polegar deixou a clínica New Life à tarde para resolver a venda de um apartamento que tinha com a ex-mulher. Ele e Fabiana ficaram casados por seis anos.

Esta não foi a primeira vez que Rafael Ilha tentou suicídio. Em entrevista recente ao programa TV Fama, da RedeTV!, o cantor contou que em 2008 chegou a colocar uma arma na boca.

Escândalos

Rafael Ilha fez grande sucesso ao lado do grupo Polegar com a música Dá Para Mim, em 1989. Após deixar o grupo, em 1991, ele acumulou várias passagens pela polícia. A primeira foi em setembro de 1998, quando foi preso por roubar um vale-transporte e R$ 1 de uma mulher em São Paulo. Em março do outro ano, ele foi detido por dirigir uma moto na contramão. No mês seguinte, a polícia encontrou cocaína em seu carro.

Em fevereiro de 2000, Ilha parou no hospital por ter engolido caneta, pilhas e isqueiros durante uma crise de abstinência. No mesmo ano, em agosto, ele foi detido por portar dois papelotes de cocaína. Em janeiro de 2006, ele foi preso por roubar um policial militar.

Em julho de 2008, o cantor passou 17 dias na prisão, acusado de tentativa de sequestro, formação de quadrilha e usurpação de função pública. Rafael teria tentado levar à força uma universitária para a sua clínica de recuperação de dependentes químicos.

Fonte: Terra, www.terra.com.br