Sérgio Reis tem quadro estável e sente dor, segundo hospital

Sérgio Reis tem quadro estável e sente dor, segundo hospital

Cantor deve receber alta na quinta-feira (8), de acordo com amiga.

O estado de saúde do cantor e compositor Sérgio Reis é estável, segundo boletim divulgado nesta terça-feira (6) pelo Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte. Ele sente dores por causa da queda sofrida durante um show no domingo (4), quando caiu do palco em Três Marias, na Região Central de Minas. (Veja vídeo)

Segundo a equipe médica, Sérgio Reis está sob efeito de analgésico. Na queda, ele teve uma contusão no ombro direito e quebrou duas costelas. O cantor foi transferido da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para um quarto.

Nesta terça-feira (6), ele recebeu um arranjo de flores deixado por fã na portaria do hospital. Ao recolher a homenagem, uma amiga do cantor disse que ele está tranquilo e apenas sentindo dor. Segundo ela, a alta está prevista para esta quinta-feira (8).

A queda durante o show não foi causada por nenhum problema de saúde, conforme afirmou o médico Anselmo Dornas Moura. Ao explicar o acidente, Sergio Reis disse que pisou fora do palco quando se movimentou em direção ao público. No domingo (4), minutos após o acidente e ainda caído no chão, ele pediu o microfone à produção e conseguiu tranquilizar os fãs. "O gente, está tudo bem, eu escorreguei e estou com muita dor. Vou sair com a ambulância. É um pretexto para eu voltar no ano que vem para terminar Panela Velha e Pinga ni Mim?, disse machucado.

Leia o boletim médico na íntegra:

O cantor e compositor Sérgio Reis se manteve estável e sem novos problemas. Apresenta ainda dificuldade para manuseio da dor, exigindo intervenções e analgesia venosa. O paciente evolui com algum grau de distensão abdominal, o que também traz algum grau de dificuldade para a respiração.

Não existem no momento outras lesões, nem tampouco, complicações das anteriormente identificadas. Sérgio Reis se encontra no apartamento e se mantém consciente, bem orientado, respirando bem, apesar da dor.

Belo Horizonte 6 de Março de 2012

Responsável:

Anselmo Dornas Moura

Coordenador da equipe de CTI

CRM-MG: 21499

Diretor técnico:

Sandro Chaves

CRM-MG: 24892

Fonte: G1