Cantor sertanejo Hudson está "sem condições de alta", diz médico

Cantor sertanejo Hudson está "sem condições de alta", diz médico

Assessoria da dupla Edson e Hudson rebate desabafo de Thayra Castro, noiva do cantor internado, e disse que ela teve "comportamento inadequado".

A assessoria de imprensa da dupla sertaneja Edson e Hudson divulgou uma nota oficial nesta segunda, 7, rebatendo o depoimento que Thayra Castro deu em vídeo gravado e divulgado no You Tube na última quarta-feira, 2. No vídeo, Thayra, noiva de Hudson, diz que está sendo impedida de ver o cantor e que ele estaria internado contra a própria vontade. No final, ela faz um apelo e pede uma explicação a Edson em nome das fãs da dupla. A assessoria também divulgou um boletim escrito pelo médico psiquiatra Fábio Roberto de Oliveira Pinheiro, que cuida do cantor e atesta que ele está "sem condições de alta".

"A acusação sobre o Edson é totalmente infundada. Já sobre a Thayra, ela tentou visitá-lo fora dos horários estabelecidos pela clínica, além de tentar retirar o Hudson à força, sem alta médica, levando em conta que a internação dele é uma internação compulsória, movida pelo pai, Jerônimo Silva e determinada pelo juiz", diz comunicado da assessora Bianca Ceará.

"Além disso, vale ressaltar que a noiva mantinha visitas regulares, dentro das normas estabelecidas pela clínica. Em sua última visita, Thayra manteve um comportamento totalmente inadequado, causando transtornos emocionais ao paciente e aos demais atendidos pela clínica. Foi comprovado pelos responsáveis que aquele tipo de atitude prejudica o resultado do processo terapêutico. O Edson está bem triste com tudo que tem sido noticiado e a vontade dele é que o irmão definitivamente se recupere", continua o comunicado.

"Sem condições de alta"

Segundo a assessoria de Hudson e do médico que cuida do cantor, há uma ordem judicial de internação compulsória. De acordo com o psiquiatra Fábio Roberto de Oliveira Pinheiro, "o paciente segue quadro estável de saúde, ainda em processo de investigação diagnóstica e sem condições de alta", Veja o boletim médico completo.

"A Clínica de Reabilitação em dependência química, informa que o paciente Hudson Cadorini Silva, encontra-se internado nesta instituição sob os meus cuidados médicos, após ação de internação compulsória, movida pelo pai, Jerônimo Silva. O paciente segue quadro estável de saúde, ainda em processo de investigação diagnóstica e sem condições de alta.

O tratamento médico oferecido está dentro dos padrões internacionais. O paciente em tela e seu representante legal, Jerônimo Silva, são informados periodicamente sobre a importância de todos os processos terapêuticos oferecidos e significados dos resultados dos exames estabelecidos.

Devido a natureza e gravidade do seu quadro, as visitas seguem padrão igual ao qualquer estabelecimento de saúde que preste assistência a pacientes internados, havendo a necessidade de algumas restrições, por provocarem transtornos emocionais, o que acarretaria malefícios significativos ao tratamento e a recuperação.

Acusações de abusos e má conduta são infundadas. Farta documentação médica está à disposição da família e do paciente a qualquer momento e quando dá alta.

Dr. Fábio Roberto de Oliveira Pinheiro

Médico Psiquiatra - CRM 53.924"

Entenda o caso

Thayra Machado de Castro, noiva do cantor Hudson, da dupla sertaneja Edson e Hudson, fez um desabafo em um vídeo publicado no You Tube na quarta, 2, e pediu ajuda. Segundo ela, Hudson está internado desde março em uma clínica para dependentes químicos no interior de São Paulo e ela está sendo impedida de vê-lo.

No vídeo, Thayra relata que tem encontrado dificuldades para ver o noivo, que teria sido internado por ela e pela mãe dela após ter concordado com a internação por um período de três meses. Mas, segundo ela, a família do músico transferiu-o para outra clinica e, desde então, ela não tem acesso a ele nem por carta, nem por telefone, tendo sido impedida de visitá-lo, inclusive.

Além da luta contra as drogas, Hudson está tratando também de cirrose, doença provocada pelo alcoolismo. Em março do ano passado, Hudson foi preso duas vezes em um mesmo dia por porte e posse ilegais de armas em Limeira, no interior de São Paulo, cidade onde os cantores, que são irmãos, moram com a família.

Fonte: EGO