Show de uma das strippers mais caras do mundo custa R$ 130 mil no Brasil

O show é caro. Um strip de apenas sete minutos custa o equivalente a R$ 130 mil,

Uma das strippers mais caras do mundo está em São Paulo para uma apresentação, reservada a 400 pessoas. Corpo perfeito, seios fartos, olhos emoldurados por uma pinta charmosa. Dita Von Teese é a personificação do imaginário erótico masculino.

Tudo isso foi criado, esculpido no próprio corpo pela pequena Heather Reneé Sweet. Silicone nos seios, pinta tatuada, cabelo pintado, cinturinha de 58 centímetros espremidos com espartilho até inacreditáveis, e inesquecíveis, 40 centímetros.

Fabricada? Quem se importa. ?É tudo estético. Crescer no Michigan, que não é um lugar muito glamoroso, ter cabelo louro, tudo isso me fazia sentir comum. Tive a ideia de virar o oposto disso. Adotei a imagem de ?femme fatale?, uma imagem poderosa?, afirma a stripper.

O show é caro. Um strip de apenas sete minutos custa o equivalente a R$ 130 mil, R$ 300 por segundo. Só que ao vivo. ?Quando a cortina se abre, tudo o que se vê é criação minha. São minhas fantasias criando vida, minha interpretação do clássico burlesco americano?, diz Dita.

Tradução: um espetáculo em que o striptease e a nudez são o clímax. A alta sociedade americana se divertia com o burlesco nas décadas de 30, 40 e 50. Dita Von Teese resgatou o estilo.

Dita começou na década de 90, numa boate de strip, como milhares de garotas. Mas ela não era igual às outras. ?Todas bronzeadas, de biquíni, e eu sempre tive uma atitude que me fazia diferente de todas as outras. Isso faz o meu sucesso. Eu não entro num lugar e tento ser como os outros. Eu vi ali uma grande oportunidade, e funcionou?, conta.

Dita Von Teese é perfeccionista, linda, desejada e - acreditem - tímida. ?Eu fico muito tímida quando as luzes não estão ligadas. Preciso da música, das luzes, das plumas, dos cristais?.

Fonte: g1, www.g1.com.br