Silvio Santos faz piada e jornalistas paulistas se ofendem

Silvio Santos faz piada e jornalistas paulistas se ofendem

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo pede desculpas oficiais da emissora.

No último domingo (5), Silvio Santos soltou mais uma de suas piadas ácidas no palco de seu programa. A pérola foi sobre uma suposta demissão de um funcionário do SBT.

No palco, o animador aproveitou um gancho e soltou: ?Ô, Fabiano ? diretor de atração ?, manda embora. Mas dá um motivo para a demissão, porque senão ele vai na Justiça e pede indenização. Ah, já sei, fala que ele assediou uma bailarina e dá um cachê para uma delas confirmar a história.?

Embora faça parte do jeito do apresentador, a piada foi recebida como de mau gosto pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo. Um comunicado foi emitido pela instituição, nesta segunda-feira (7), onde nela é dito que há o ?repudio da infeliz declaração?, e exige uma ?retratação pública da empresa?.

O SBT, havia dito que não vai se pronunciar sobre o ocorrido, e completou dizendo que os comentários em tom de brincadeira feitos por Silvio sempre são feitos e faz parte da atração. Confira o comunicado na íntegra:

?Na tarde de domingo, 29 de julho, o Brasil foi surpreendido por uma declaração absurda do dono da SBT, Silvio Santos. Ao vivo o ?patrão?, como gosta de ser chamado, fez o seguinte comentário que foi reproduzido no site do Jornal do Brasil: ?Ô Fabiano (diretor de atração), manda embora! Mas dá um motivo para a demissão, porque senão ele vai na Justiça e pede indenização. Ah, já sei, fala que ele assediou uma bailarina e dá um cachê para uma delas confirmar a história?.

É assim que uma das principais redes da TV aberta brasileira, uma concessão do Estado e, portanto sujeita ao controle público, trata seus funcionários? Esta declaração banaliza as relações de trabalho e incentiva a prática do assédio moral e até mesmo sexual.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo vem a público não apenas repudiar a infeliz declaração, bem como exigir a retratação pública da empresa.

Se foi apenas brincadeira, teve extremo mal gosto e retrata uma prática empresarial que torna-se um crime contra os trabalhadores.?

Fonte: UOL