Atriz Sthefany Brito recusou R$ 900 mil

Atriz Sthefany Brito recusou R$ 900 mil

Amigo de Pato diz que ela queria "ser a Victoria Beckham".

A revista "Contigo" que chega às bancas nesta quarta-feira, 16, traz na capa a primeira foto de Sthefany Brito depois da separação de Alexandre Pato. A imagem mostra a atriz fazendo compras em Milão, na Itália, acompanhada da mãe, Sandra. Segundo o advogado de Sthefany ouvido pela "Contigo", ela ainda estaria morando na Itália no apartamento em que o casal vivia, que é pago pelo Milan, clube no qual o craque joga.

Segundo a revista, a defesa da atriz deseja que o divórcio seja tratado na Itália e teria recusado um acordo de R$ 900 mil. Pelo contrato pré-nupcial, a atriz teria direito a 15% do contrato de dois anos no contrato de R$ 6,6 milhões do jogador com o Milan. Ouvindo amigos de Pato, a revista afirma que o jogador estaria disposto a pagar esta quantia a Sthefany, mas ela teria achando o valor insuficiente. O advogado Ricardo Brajterman, que representa a atriz, no entanto, disse ao EGO que a reportagem é "leviana e mentirosa" e que "não foi feita nenhuma proposta" por parte dos advogados de Pato e que qualquer valor que seja divulgado "é mera especulação".

A reportagem da "Contigo" traz ainda detalhes da separação do casal e diz que as diferenças entre eles motivaram o impasse. Citando amigos do casal, a revista diz que o jogador do Milan preferia um churrasco com os amigos ou passar horas jogando videogame, enquanto a atriz desejava se enturmar em círculos mais sofisticados. ""Sthefany queria ser amiga de Victoria Beckham. Na verdade, queria ser como ela"", revelou um amigo de Pato.

Já de acordo com a defesa de Sthefany, a atriz está desamparada na Itália, vivendo de suas economias, pois teria desistido da carreira de atriz por imposição do jogador, para acompanhá-lo à Itália e hoje está sem cartão de crédito e não tem recebido nenhum tipo de ajuda por parte de Pato. "Ela não é uma "maria chuteira"", afirmou Brajterman.

Segundo a reportagem, Sthefany teria ficado sem o cartão de crédito depois de ultrapassar o limite durante a briga que levou à separação.

A "Contigo" diz ainda que as frequentes noitadas de Pato com Ronaldinho Gaúcho prejudicaram o casamento. ""Ela casou por amor e foi enganada. Acreditava que Pato era como Kaká, um bom menino, mas ele começou a sair de casa cedinho e voltar só de madrugada, até que um dia foi embora"", conta uma amiga da atriz à Contigo.

Fonte: Ego, www.ego.com.br