Suzana Pires vai ajudar a escrever proxima novela das 18h

Suzana Pires vai ajudar a escrever proxima novela das 18h

Atriz é uma das colaboradoras de Walther Negrão em ‘Flor do Caribe’, próxima novela das 18h.

O ano de 2012 foi marcado por estreias para Suzana Pires, 36 anos. Foi este ano que a atriz sentiu-se à vontade para encarar cenas sensuais, na pele da fogosa Glória, de ?Gabriela?, e é agora também que ela está se vendo às voltas com sua nova função: a de colaboradora de novelas. A atriz foi chamada para colaborar com o autor Walther Negrão na próxima novela das 18h, ?Flor do Caribe?, que tem estreia prevista para março de 2013.

Da nova experiência, a atriz ? que já escreveu peça de teatro e colaborou com ?Os Caras de Pau? -, conta que está aprendendo um ritmo novo de desenvolver narrativa, diz que volta e meia é acordada a noite por novas ideias para os personagens e que está tendo que lidar com dores pelo corpo, fruto das seis horas diárias que fica em frente ao computador.

?Sempre escrevi estando no ar ou em cartaz com alguma coisa. Estou acostumada. É claro que a rotina agora é mais intensa, desgastante. Mas escrever é uma delicia?, conta ela que ainda dá conta dos ensaios da escola de samba Vila Isabel, onde virá como destaque, e do namorado, o empresário Diogo Sacco.

Como pintou o convite para fazer parte da equipe de colaboradores de ?Flor do Caribe??

Eu já escrevia para a Globo, e o Negrão pediu para ler o que eu já tinha escrito. Leu, gostou e me chamou. Também já havíamos trabalhado juntos em ?Araguaia?. Sou a novata da equipe.

Mas por que você acha que ele resolveu chamar uma novata para a equipe? Não é arriscar demais?

Acho que tem uma coisa que pode ter pesado: o Negrão é um autor que forma, que gosta de ensinar. Acho que tanto ele, como toda a equipe que é composta por Julio Fischer, Fausto Galvão, Alessandro Marson, Vinicius Vianna. São autores com muita experiência, todos com mais de 10 anos de profissão, muitos deles já haviam trabalhado comigo ou conheciam meu trabalho do teatro. Acho que para você colaborar com qualquer pessoa tem que ter muita confiança: confiança profissional e na arte dessa pessoa. Isso dando certo, o caminho vai ser bom.


Suzana Pires vira colaboradora de novela: â??Ã? o meu melhor momentoâ??

Quais as diferenças entre escrever novela e uma peça de teatro, por exemplo?

A primeira lição é aprender o tempo certo de uma história. É preciso saber o tempo exato de uma narrativa, a hora em que ela começa, que tem que se desenvolver e terminar. Estou envolvida nesse projeto há um ano e meio, e essa foi a principal lição. Tem que saber assentar a ideia.

O convite para escrever novela veio em um momento em que sua carreira de atriz vinha num crescente. Com convites para várias novelas e com papeis bacanas. Não teve medo de desestabilizar esse lado?

É verdade, mas sempre escrevi estando no ar ou em cartaz com alguma coisa. Estou acostumada. Mas por ora, até agosto do ano que vem, quando a novela termina, estou fechada só com isso. Pode ser até que eu atue em ?Flor do Caribe? em uma ceninha rápida, mas seria uma participação afetiva (risos). Mas não está nada certo.

Falando nisso, como foi fazer cenas de nudez em "Gabriela"? Mexeu com sua vaidade?

Com a vaidade não. Acho que a nudez aconteceu na minha carreira num momento em que eu tinha segurança profissional para fazê-la. Eu estava focada na emoção da cena e não no fato de estar nua. Acredito que esta cena esteja ainda tão viva no imaginário do público porque não foi uma nudez gratuita, foi uma nudez recheada de emoções. E o público não esquece uma nudez que o emociona.

É um projeto assinar uma novela? Virar autora?

Não sei. Não posso dizer. Está tudo muito no começo. Acho que tenho que rodar muito ainda para ver no que dá.

Como é sua rotina como colaboradora?

Em média, trabalho seis horas por dia. Escrever é uma delícia. Todo autor gosta. Senta para escrever e vai embora. Mas é desgastante. O corpo fica moído, as costas doem, as pernas. E não adianta dizer para trocar de lugar, escrever na cama, por exemplo. Piora e você não está em um ambiente preparado para aquela função. Escrevo sempre no meu escritório, onde posso recortar coisas, colar, anotar. Mas por causa da escrita, estou levando a malhação mais a sério para o corpo não pifar. Tento malhar três vezes por semana com minha personal Jaqueline Mundim, mas nem sempre dá.

Tem alguma mania na hora de escrever?

Escrever, re-escrever e re-escrever, incansavelmente. Várias versões e caminhos se revelam.

Já teve insônia pensando na novela?

Insônia não, mas as ideias costumam me ?acordar? no meio da noite. Aí, tenho que levantar e colocar no papel. Depois que faço isso durmo profundamente.


Suzana Pires vira colaboradora de novela: â??Ã? o meu melhor momentoâ??

É difícil ter idéias para desenvolver uma história? Já teve ?branco??

Sou muito observadora. Se estou sem ideia, basta sair, dar uma volta no condomínio em que moro, observar um pouco que já vem uma ideia. O ser humano é muito rico.

Autores dizem que a rotina de escrever é ingrata, que não dá tempo para nada. Mas volta e meia vemos você em eventos. Como consegue?

Tenho uma equipe muita boa que trabalha comigo e que me ajuda a organizar as coisas. Daí, reservo um dia da semana para fazer presença vip, por exemplo. Vou a dois, três evento, mas é tudo em um dia só. No outro, vou malhar, no outro é dia de reunião com os colaboradores. Mas dá para fazer tudo. Posso dizer que estou no meu melhor momento.

E se envolver com o carnaval, como consegue?

O samba é minha alegria, onde recarrego a bateria. Sempre fui apaixonada por Carnaval. Assistia aos desfiles com meu pai, ficava perturbando para ele me levar para a Sapucaí. Já desfilei no Salgueiro, na Renascer de Jacarepaguá, mas acho que me achei na Vila Isabel, onde estou atualmente.

Consegue dar atenção para o namorado?

Tem dar (risos)! Mas ele entende meu trabalho. Não só entende como admira arte. Ele tem sensibilidade, cultura e conhecimento para apreciar o universo do teatro, da TV, do cinema e da literatura. Sabe reconhecer o valor de um trabalho artístico bem feito. Ele trabalha com compra e venda de gado e de cavalo da raça Crioulo. E, recentemente, assinou contrato para trabalhar também como modelo da Ford Models.


Suzana Pires vira colaboradora de novela: â??Ã? o meu melhor momentoâ??

No fim de semana consegue se desligar do trabalho para ficar com ele?

Sim, claro. Nos nossos momentos juntos a gente se diverte muito. Curtimos desde andar a cavalo, ir ao teatro, ao cinema, cuidar das plantas, dançar, ir ao samba. E, claro, gostamos de receber os amigos e a família para um churrasco bem gaúcho, que ele faz divinamente.

Fazem planos de se casar? Oficializar a relação?

A gente celebra nosso encontro todos os dias.

Fonte: EGO