Tailandeses espalham sangue em palácio do governo

Tailandeses espalham sangue em palácio do governo

Apoiadores de ex-primeiro-ministro pedem realização de novas eleições no país

Milhares de pessoas espalharam o próprio sangue em frente ao palácio do governo em Bancoc, na Tailândia, nesta terça-feira (16).

Dezenas de milhares de manifestantes estão reunidos na capital do país pelo terceiro dia consecutivo para exigir a convocação de eleições, depois da negativa do governo nesta segunda-feira (15).

Os "camisas vermelhas", como são conhecidos os seguidores do ex-primeiro-ministro deposto e exilado Thaksin Shinawatra, recolheram voluntariamente o sangue de milhares de apoiadores e espalharam o líquido em frente aos policiais que fazem a guarda do palácio.

A sessão parlamentar conjunta prevista para esta terça-feira foi suspensa pelo temor de deputados e senadores de que os protestos contra o governo, que começaram no último domingo (14), terminem em violência.

Cerca de 50 mil militares e policiais vigiam a mobilização, organizada pelo grupo Frente Unida para a Democracia e contra a Ditadura, com ordens de evitar o uso da força.



Fonte: R7, www.r7.com