Talento piauiense, Alef Albert vai despontar na Alemanha

Estudante da escola estadual Lourdes Rebelo, Alef vai concluir seus estudos na Alemanha, para onde viaja em setembro

Do Piauí para o mundo. Esse é o roteiro do bailarino Alef Albert, 16 anos, que no dia 14 de setembro, passa a morar na Alemanha, onde estudará na Universidade de Música e Artes Cênicas ? Ballet ? Akademie, Wilhelmstr. Essa conquista ocorreu graças à sua técnica e performance alcançada no 2010 Summer School, realizada no período de 21 de junho a 16 de julho, junto com jovens da Itália, Rússia, Japão, China, Cuba, Estados Unidos, dentre outros países.

?Quando terminei o curso de verão 2010 Summer School, ganhei a bolsa definitiva para a mesma escola: a The Harid Conservatory e ainda bolsas para a Escola Balet Real de Portugal, a Joffrey Ballet ? Chicago (EUA) e a Universidade de Música e Artes Cênicas ? Ballet ? Akademie, Wilhelmstr (Alemanha)?, diz o bailarino, que fez opção pela Alemanha, por oferecer a oportunidade de ficar até a conclusão de curso superior. ?Ele foi o único brasileiro a conquistar quatro bolsas?, informa o professor Hely Batista.

Alcançar essa conquista não foi fácil. Com determinação e disciplina, ele começou a dançar em 2008 na Escola de Ballet Helly Batista, participou da primeira etapa do Passo de Arte em Fortaleza, onde ficou em terceiro lugar na categoria adulta e já conquistou uma vaga para concorrer no Youth America Grand Prix, nos Estados Unidos.

De Fortaleza, ele foi para mais uma etapa do Passo de Arte, em Indaiatuba, São Paulo, apenas para cumprir agenda e convidado para novamente para ir a São Paulo, no mesmo evento, ganhou bolsa para fazer curso no The Harid (Flórida).

Apesar de ter a bolsa que dá direito aos cursos, indumentária, material didático, Hely Batista ressalta que há todo um investimento para sua permanência na Alemanha. ?Mas nós conseguimos apoio de Madame Balsa do Ministério do Exterior no Brasil, que vai custear todas as despesas extras?, diz Hely, destacando que o bailarino contou com o apoio da própria escola Hely Batista, da coordenadora do Passo de Arte, Marisa Piveta, do Ministério da Cultura, da doutora Cláudia Claudino, além da família que tem dado apoio necessário para o filho que é uma revelação na dança no Brasil, dos professores e colegas.

Estudante da escola estadual Lourdes Rebelo, Alef faz o 2º ano do Ensino Médio, tem o reconhecimento dos colegas e conta com a ajuda dos professores que incentivam sua carreira.

Segundo Hely Batista, Alef tem o biotipo ideal para dança. Mas em sua trajetória, o próprio bailarino aponta como fator primordial a preparação de Hely Júnior. ?Os professores americanos comentaram a respeito do trabalho desenvolvido por Hely Júnior?, diz Alef, declarando que várias vezes durante as aulas, ele foi citado como exemplo e referência de atitudes corretas. ?Era chamado para demonstrar sequencias para que os demais alunos pudessem executar?, informa Alef, destacando que esse reconhecimento é resultado de um trabalho consciente. Compromissado com a dança e os estudos, Alef influenciou o irmão mais velho, Carlos Alberto que já estuda dança.

O Piauí tem se revelado como celeiro da dança e outros talentos despontam para o mundo. No ano que vem é a vez de Mara Barros se apresentar em Nova York. ?Temos a missão de formar e lançar bailarinos?, diz Hely Batista.

Neste ano, Mara Barros e Alef Albert participaram do Ballace 2010 ? Festival Nacional de Dança em Salvador e foram considerados as principais atrações. ?Foram os únicos que ganharam nota 10?, declara Hely.

Fonte: Isabel Cardoso, Jornal Meio Norte