Top Gisele diz que só fará campanhas da sua linha de lingerie

egundo Bergamo, a top model decidiu que, de agora em diante, só fará campanhas para sua própria linha de lingeries --que é produzida e distribuída tam

A modelo e empresária Gisele Bündchen desistiu de ser garota-propaganda da empresa de lingeries e underwear Hope, informa a coluna de Mônica Bergamo, da Folha, nesta segunda-feira (só para assinantes da Folha e do UOL).

Segundo Bergamo, a top model decidiu que, de agora em diante, só fará campanhas para sua própria linha de lingeries --que é produzida e distribuída também pela Hope.

No ano passado, uma propaganda estrelada por Gisele para a empresa virou alvo da Secretaria de Políticas para as Mulheres, que a denunciou ao Conar (Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária).

Na propaganda, Gisele aparecia dizendo "Amor, estourei o limite do cartão de crédito. Do seu e do meu". Ela aparecia vestida de duas formas: com uma roupa demodê e com uma sexy lingerie. Ao lado das fotos, estavam as alternativas "errado e certo", sendo "certo" quando ela dizia a má notícia ao marido usando a diminuta lingerie.

Para o órgão do governo, a propaganda promovia "o reforço do estereótipo equivocado da mulher como objeto sexual de seu marido e ignora os grande avanços que temos alcançado para desconstruir práticas e pensamentos sexistas".

O Conar ignorou o pedido e recomendou, de forma unânime, o arquivamento do processo. O comercial continuou a ser veiculado.

Fonte: F5