Universitário morre em piscina da UFRRJ

A UFRRJ disse ainda que os estudantes invadiram o parque aquático do campus, que estava fechado

A Polícia Civil informou que vai ouvir nesta segunda-feira parentes e amigos do universitário Vítor Vicente de Macedo Silva, 22, que morreu afogado na noite de sexta-feira (27) na piscina do campus da UFRRJ (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro).

Apesar da confirmação, a polícia não disse quantas pessoas serão ouvidas, nem o horário dos depoimentos. Até o fim da manhã de hoje, a principal hipótese apontada pela polícia ainda é de acidente. O caso foi registrado no 48º DP (Seropédica).

O rapaz estava com colegas da faculdade quando se afogou. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu. Informações preliminares da polícia apontam que o estudante não sabia nadar. A faculdade afirmou que ainda não sabe ao certo quantos universitários estavam na piscina na noite de sexta, mas que é próximo de dez.

A UFRRJ disse ainda que os estudantes invadiram o parque aquático do campus, que estava fechado. A instituição vai abrir uma sindicância e dependendo das informações levantadas pode ser feito um processo administrativo.

Apesar de classificar a morte do estudante como uma "fatalidade", a universidade afirmou que, se forem encontrados indícios do contrário, os alunos responsáveis poderão ser expulsos da UFRRJ.

A UFRRJ possui atualmente cerca de 8.500 estudantes na universidade de 3.500 hectares. Já o total de seguranças é de 60, dividido em turnos. Por conta disso, a universidade afirmou ser difícil realizar a segurança de todo o local.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br