Violência faz Camila Pitanga mudar rotina

Violência faz Camila Pitanga mudar rotina

Dois homens rondam casa de Camila Pitanga e ela muda sua rotina

Há aproximadamente 20 dias, Camila Pitanga vive momentos de tensão. Dois homens em um Siena preto foram vistos rondando os arredores da casa da atriz, na Zona Sul do Rio, causando desconfiança por parte dos moradores da vizinhança. Depois de três dias, o segurança da rua anotou a placa do veículo e foi indagar os ocupantes sobre o que faziam na região por tanto tempo.

Os dois homens desconversaram e foram embora do local. O segurança chamou a polícia, que constatou que a placa do carro era clonada. Camila, então, foi avisada que ela e sua família poderiam ser alvo de sequestradores. Assustada, a Rose de "Cama de gato" contratou dois seguranças particulares e pediu ajuda à madrasta, Benedita da Silva, secretária estadual de Assistência Social.

A mulher de Antonio Pitanga mandou viaturas policiais e carros da P2, o serviço secreto da polícia, fazerem ronda no bairro. Mesmo com as providências tomadas, Camila evita usar seu carro particular com medo de ser interceptada sozinha. Até para percorrer poucas distâncias, a atriz só está se locomovendo de táxi com vidro fumê de modelo escuro, em que não é possível identificar os ocupantes.

Nesta quarta-feira, mesmo com sua Pajero estacionada em frente a sua casa, Camila foi a uma clínica de estética a poucos minutos de sua casa de táxi. A mudança na rotina da atriz reforça a teoria de que ela está evitando andar sozinha.

Através de sua assessoria de imprensa, Camila Pitanga disse à coluna: ?Não vou me pronunciar sobre este assunto?.

Fonte: EGO