Zezé Polessa se livra de processo que a acusava de ser responsável por morte de motorista

Zezé Polessa se livra de processo que a acusava de ser responsável por morte de motorista

No episódio, ocorrido em janeiro deste ano, o motorista teria sofrido um enfarto após discutir com a atriz.

O juiz Marco José Mattos Couto, da 2ª Vara Criminal de Jacarepaguá, arquivou o inquérito policial instaurando para apurar a culpa da atriz Zezé Polessa na morte do motorista que prestava serviço à TV Globo, Nelson Lopes.

A atriz era investigada por infringir o Estatuto do Idoso, que prevê as condutas de desdenhar, humilhar, menosprezar ou discriminar pessoa idosa por qualquer motivo e o artigo 121, § 3º, do Código Penal, que prevê a conduta de matar alguém culposamente. Segundo o Tribunal de Justiça, a decisão foi tomada na última segunda-feira.

No episódio, ocorrido em janeiro deste ano, o motorista teria sofrido um enfarto após discutir com a atriz. Para o magistrado, após o depoimento de cinco testemunhas, inclusive da atriz, não houve qualquer informação que pudesse imputar a ela qualquer uma das práticas investigadas.

?Não há nada ? absolutamente nada ? nos autos que possa incriminar a investigada Maria José de Castro Polessa, sendo certo que se percebe que houve evidente exagero investigatório. Portanto, insistir nestes autos representaria expor ainda mais a investigada Maria José de Castro Polessa ao constrangimento policial, sem que haja qualquer fundamento técnico para tanto. Por isso, a única solução verdadeiramente justa que se apresenta é o arquivamento dos autos?, concluiu o juiz.

Fonte: O Dia Online