Adidas se diz surpresa com críticas à bola

Adidas se diz surpresa com críticas à bola

Empresa que produziu a bola especialmente para a competição, disse que a bola vem sendo testada

Depois de ver vários jogadores de peso do futebol mundial criticarem a bola que será usada na Copa do Mundo da África do Sul, a Adidas, empresa que produziu a mesma especialmente para a competição, finalmente resolveu se pronunciar sobre o assunto nesta segunda-feira. E admitiu estar surpresa com o índice de reprovação da Jabulani, nome escolhido para a bola do Mundial de 2010.

O porta-voz da Adidas, Thomas van Schaik, afirmou que foi surpreendido com as duras críticas feitas pelo goleiros Júlio César, do Brasil, e Casillas, da Espanha, pelo fato de a bola da Copa ter sido apresentada oficialmente em dezembro do ano passado, após ser amplamente testada e aprovada para ser usada no torneio.

Schaik afirmou que a bola foi usada durante meses sem sofrer críticas e que os comentários sobre ela vinham sendo positivos. Júlio César, porém, chegou a dizer que a Jabulani "parece aquelas bolas que você compra em supermercado" e a chamou de "horrorosa". Já o goleiro espanhol disse que "é triste que uma competição tão importante como a Copa do Mundo tenha um elemento importante (bola) com essa condição vergonhosa".

A Jabulani, palavra que significa "celebrar", no idioma zulu, um dos 11 que são falados na África do Sul, também foi alvo de críticas duras de outros jogadores, como os brasileiros Luís Fabiano e Júlio Baptista. Eles foram unânimes em qualificar a bola da Copa como "muito ruim". O goleiro chileno Claudio Bravo, por sua vez, comparou a mesma a uma bola de vôlei de praia.

Fonte: IG