Adilson Batista se diz preocupado com os vacilos do São Paulo

O treinador perdeu Lucas, que terá de cumprir suspensão por cartões.

Visivelmente cansado e chateado depois do empate do São Paulo com o América-MG, por 1 a 1, fora de casa, o técnico Adilson Batista preferiu esconder o que planeja para seu próximo compromisso, o clássico contra o Palmeiras, às 16h de domingo, no Morumbi.



O treinador perdeu Lucas, que terá de cumprir suspensão por cartões, tem a zaga desfalcada por lesões e ainda outros jogadores sem o preparo físico ideal para jogar.

"Não dá para reclamar de ausências, é normal isso dentro da competição. Agora eu tenho de aguardar o pós-jogo, estudar os desfalques. Muitos jogaram hoje sem ter a condição ideal, tenho de aguardar para definir o time de domingo", disse.

Adilson afirmou ainda que está preocupado com os pontos perdidos. O São Paulo vem de dois empates e perdeu quatro pontos, que estaria mais próximo do líder Corinthians, e concorda que o campeonato de pontos corridos beneficia quem erra menos em campo.

"Concordo com isso. Nós perdemos pontos importantes por tomar alguns gols por desatenção. Todo mundo aprendeu a jogar essa competição, na qual todo jogo é decisivo", disse Adilson. "Temos de pensar nos erros, pensar no jogo de hoje, projetar o jogo de domingo. Não podemos vacilar. Poderíamos estar mais perto do líder, mas tivemos duas rodadas desperdiçadas", completou.

Apesar de tudo isso, Adilson não acha estar em desvantagem diante do Palmeiras.

"Não vejo por esse lado, não penso no reflexo do jogo de hoje. A gente tem de ter calma, paciência. Temos a consciência de que precisamos somar mais pontos e vamos lutar para isso. O que jogamos hoje não vai refletir no clássico".

Fonte: Folha.com