Adriano admite voltar à Itália depois da Copa do Mundo

Adriano admite voltar à Itália depois da Copa do Mundo

O jogador garantiu estar focado no Flamengo e na Copa do Mundo da África do Sul

Depois de manifestar sua profunda tristeza e a possibilidade de abandonar o futebol em março do ano passado, Adriano admitiu ontem estar pronto para voltar a jogar na Itália, onde defendia a Inter de Milão, antes de vir para o Flamengo. O jogador concedeu uma entrevista ao canal italiano de TV Sky TG 24 às vésperas do clássico com o Botafogo, pela semifinal da Taça Guanabara.

Apesar de garantir estar focado no Flamengo e na Copa do Mundo da África do Sul, Adriano deixou uma brecha para voltar a jogar no futebol italiano, onde atuou de 2001 a 2009, vestindo a camisa de Inter, Parma e Fiorentina. O Imperador tem contrato até o fim de maio com o Flamengo.

"Naquele momento (quando deixou a Inter de Milão) não queria voltar, mas agora que recuperei a vontade, a garra e a felicidade, posso voltar", declarou Adriano, confirmando o contato com a Roma. "Falei com eles, mas o meu pensamento agora está somente no Flamengo e na Copa do Mundo. Depois, veremos se posso retornar para a Itália. O Roma é um grande time, e há ainda a possibilidade de jogar com Totti. Veremos", afirmou.

Adriano falou com carinho dos amigos de Inter e deixou claro que sua saída do clube não teve qualquer relação com o técnico José Mourinho. Pelo contrário, o artilheiro é agradecido ao seu ex-comandante no clube italiano.

"Não tive qualquer problema com Mourinho. Ele inclusive me ajudava muito, falava sempre comigo, coisas positivas e também negativas quando preciso. Mas ele sempre me estimulou muito", disse Adriano. "Sinto falta da amizade que havia dentro da Inter, dos jogadores. Quando os vejo jogar ainda me imagino com eles. Futuramente, se houver a possibilidade de retornar, pensarei com amor".

Atualmente, Adriano recebe R$ 650 mil por mês, divididos entre o Flamengo e a Olympikus, fornecedora de material esportivo do clube rubro-negro e principal responsável pela contratação do Imperador.

Fonte: Terra, www.terra.com.br