Inter e Adriano Imperador acertam parte contratual e aguardam exame

Condições do vínculo de seis meses estão alinhavadas, mas assinatura ainda depende de aval médico, ainda sem data para acontecer

Mais uma ponta do nó foi desatada. Internacional e Adriano acertaram nesta quarta-feira as condições do contrato entre as partes. O que resta ainda é o exame médico para o atacante, enfim, assinar o vínculo e ser anunciado pelo clube gaúcho.


Adriano e Inter chegam a acordo e esperam exames para anunciar vínculo

A data da consulta, que estava prevista para ocorrer nesta quarta em São Paulo, pode ser adiada. Os representantes que costuram a negociação ? Marcelo Silveira e João Bandeira ?, o empresário do Imperador, Luiz Cláudio Menezes, e a direção colorada definirão quando será feito o exame. Assim, a chegada do atacante a Porto Alegre segue sem previsão e pode ficar para a próxima semana.

O Inter quer ter a certeza de que o tendão de Aquiles do pé esquerdo de Adriano não apresenta qualquer resquício do problema que o fez passar por um procedimento cirúrgico no local. A direção organizou o exame contra eventuais surpresas, visto que teve duas rupturas.

Adriano assinará por seis meses e, além do salário fixo, que estará no nível mediano do grupo colorado, receberá um acréscimo por produtividade. A melhora na forma física do atacante e a aposta de Dunga e Paulo Paixão em recuperarem o atleta serviram como alicerces na negociação.

- O cara está focado. O fato de o Adriano treinar três horas por dia na academia e perder 14 kg é importante - afirmou o diretor de futebol, Luís César Souto de Moura, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

A última vez em que o jogador de 31 anos entrou em campo foi no dia 4 de março de 2012, quando defendeu o Corinthians na derrota por 1 a 0 para o Santos.

Caso concretize a tratativa, o Imperador defenderá seu oitavo clube. Revelado pelo Flamengo ? time em que teve mais duas passagens, a última sem atuar ?, vestiu as camisas de Inter de Milão, Fiorentina, Parma, São Paulo, Roma e Corinthians.

Fonte: GloboEsporte