Adriano não demonstra abatimento e diz que ficar fora da Copa ""não é nada demais""

Adriano não demonstra abatimento e diz que ficar fora da Copa ""não é nada demais""

Atacante do Flamengo garante que agora sua preocupação é com a Taça Libertadores

Adriano não demonstrou abatimento com a sua ausência entre os convocados da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo da África do Sul. O atacante estava sorridente após o empate por 1 a 1 entre Flamengo e Vitória, neste sábado. E disse não se importar tanto com o Mundial.

"Claro que fiquei um pouquinho triste, mas tenho 28 anos e muita coisa pela frente. Não fui convocado, mas isso não é nada de mais. Diziam que poderia ser a minha última Copa, mas Deus não quis assim. Tenho que me levantar", afirmou.

O técnico Dunga preferiu não levar Adriano por causa dos problemas disciplinares do jogador. Optou por Grafite, do alemão Wolfsburg, que soube aproveitar a sua única oportunidade sob o comando do treinador: um amistoso contra a Irlanda.

Adriano assegurou que não guarda ressentimentos. E já assumiu a condição de torcedor no mês de junho. "A vida continua. Sou uma pessoa que sempre passa por dificuldades. Torço por todos que estão na Seleção Brasileira, pois são meus amigos", disse.

O atacante já arrumou até um consolo: "a minha Copa do Mundo é a Libertadores". Para seguir vivo no torneio continental e avançar às semifinais, o Flamengo precisa reverter o placar adverso de 3 a 2 contra a Universidad de Chile, quinta-feira, fora de casa.

Fonte: Terra, www.terra.com.br