Adriano pede dispensa e ganha dois dias de folga do Corinthians

Adriano pede dispensa e ganha dois dias de folga do Corinthians

Imperador vai se reapresentar no clube apenas na próxima quarta-feira (14).

Um dia depois de ficar fora do jogo do Corinthians contra o Guarani, no último sábado, no Pacaembu, o atacante Adriano pediu dispensa da atividade que faria neste domingo no CT Joaquim Grava e foi atendido pelo clube.

Com isso, o atacante terá dois dias de folga ao total, pois os reservas que não foram relacionados para viajar até o México para enfrentar o Cruz Azul, na próxima quarta-feira (14), pela Copa Libertadores, irão retornar aos treinamentos apenas na terça (13).

Oficialmente, o Corinthians aceitou com naturalidade o pedido feito pelo jogador, que virou o centro de mais uma polêmica no clube na última sexta-feira, quando o técnico Tite alegou falta de dedicação do atleta nos treinos para cortá-lo do duelo com Guarani.

Antes disso, o atacante já havia sido descartado do confronto com o Nacional-PAR, realizado na quarta-feira, no Pacaembu, e a programação do clube previa que ele estaria em campo no último sábado.

Neste domingo à tarde, o diretor adjunto de futebol do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, afirmou à Agência Estado que Adriano participaria de uma atividade no clube neste domingo caso tivesse enfrentado o Guarani no sábado.

"O Adriano fez uma carga pesada de treinos no sábado porque não enfrentou o Guarani. Se tivesse jogado faria apenas uma recuperação (neste domingo), o que não é treino. Mas ele conversou, pediu dispensa e nós demos", disse o dirigente.

Enquanto Adriano foi dispensado da atividade deste domingo no CT Joaquim Grava, os titulares que não enfrentaram o Guarani no sábado treinaram pela manhã antes de seguir nesta noite ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, de onde viajarão rumo ao México.

No último sábado, o diretor de futebol do Corinthians, Roberto de Andrade, negou que Adriano tenha sido vetado deste confronto diante do Guarani por indisciplina. O atleta teria se recusado a participar de uma pesagem antes do treino da última sexta-feira, fato que teria motivado uma discussão de Tite com o atacante. O treinador, porém, negou no último sábado que isso tenha ocorrido.

Fonte: R7, www.r7.com