Adriano se diz "aliviado" após jovem baleada admitir que atirou

Adriano se diz "aliviado" após jovem baleada admitir que atirou

Desde o início das investigações, Adriano negava as acusações de Adriene

O jogador Adriano, do Corinthians, se diz aliviado após a jovem Adriene Cirylo admitir à polícia que foi ela quem atirou acidentalmente dentro do carro do jogador. Ela acusava o jogador de estar no banco traseiro e ser o autor do disparo que a atingiu na mão esquerda.

"Estou aliviado porque realmente as provas estão comprovando que eu não fiz o disparo", disse o jogador ao deixar a delegacia na noite desta quarta-feira (28).

Perguntado se acha que a história teve um fim após a acareação e reconstituição, ele afirmou: "Acho que sim, eu espero".

Desde o início das investigações, Adriano negava as acusações de Adriene, alegando que estava no banco do carona no momento do disparo. A versão de Adriano também é confirmada pelas outras três mulheres e um amigo do jogador que estavam no veículo na hora do disparo, além de um funcionário de uma boate da Barra de onde o grupo havia saído.

Mais cedo, o delegado Fernando Reis confirmou que Adriene mudou o depoimento. "Ela diz que ela realmente mentiu, que ela pegou a arma deliberadamente, e a arma detonou, e descreveu exatamente aquele trajeto", afirmou Reis, acrescentando que as investigações não terminaram.

Segundo a polícia, Adriene Cirylo deixou uma dívida de R$ 82 mil no hospital.

Fonte: G1