Agora técnico, Branco quer seguir Parreira

Agora técnico, Branco quer seguir Parreira

Branco diz que vai seguir exemplo de Parreira

Em uma coletiva com mais de 120 jornalistas e com a presença do atacante uruguaio Diego Forlán na Índia, onde participa de um reality show, o tetracampeão mundial Branco confirmou, neste sábado, que vai iniciar a carreira de técnico. O tetracampeão afirmou que vai seguir exemplos de grande treinadores com quem trabalhou, como Carlos Alberto Parreira. Ao seu lado, como auxiliar, estará outro tetracampeão: Mazinho.

Animado e satisfeito com o novo desafio, Branco entrará na profissão de maneira tranquila. Esse ano, ele fará um estágio nas principais ligas da Europa, onde pretende aprimorar algumas técnicas. A partir de 2011, Branco entrará de vez no mercado e poderá analisar melhor as ofertas que surgirem. Por telefone, Branco falou.

- Estou muito empolgado com essa nova etapa na minha vida. Vou aproveitar a minha experiência profissional para encarar esse desafio. Tive sucesso como jogador e como dirigente, espero repetir agora como técnico. Trabalhei com grandes nomes como Carlos Alberto Parreira entre outros, exemplos que eu tenho que seguir. O importante agora é investir na carreira. Ganhamos tudo com a Seleção Brasileira na base. Essa experiência será fundamental - explicou Branco, que trabalhou nas categorias de base da CBF.

Sobre a parceria com Mazinho, Branco afirmou que a empatia entre os dois será essencial para o sucesso para o trabalho. O ex-jogador do Vasco e Palmeiras já teve uma experiência como técnico, quando treinou o Aris Salônica, da Grécia.

- O Mazinho é uma excelente pessoa, tenho muito respeito por ele. Essa parceria será muito importante nesse começo, podemos nos ajudar muito - disse.

Durante o anúncio, no reality show produzido pelo empresário brasileiro Fabiano Farah, Branco contou como foi o papo com o Forlán, eleito o melhor jogador da Copa do Mundo, na África do Sul.

- Ele é uma pessoa muito simples. Ficou surpreso com a minha decisão de virar técnico. Ele até falou que tinha vontade de jogar no Brasil e brincou "Quem sabe a gente não vai trabalhar junto um dia?" - revelou Branco, que também falou sobre a experiência no reality show, onde comandava um time de garotos.

- O programa foi muito interessante. Trabalhamos com meninos humildes, que nunca tiveram muita chance. Fiquei feliz de poder fazer alguma coisa que desse alguma esperança a essas crianças - finalizou.

Fonte: Globo Esporte